Até quando? Saúde  começa o ano como terminou em Mantena

As reclamações pelo mau atendimento e a falta de remédios, exames e consultas continuam  da mesma forma como terminou o ano de 2017, ou seja, de péssima qualidade. O povo está descontente e insatisfeito com a situação em Mantena.   

Dessa vez,  pelas Redes Sociais e sem saber o que fazer,  Silmara Silva  que tem um filho de 3 anos   procurou a secretaria  para  confirmar  uma  cirurgia de hérnia inguinoescrotal  que estava marcada para ser realizada na capital mineira,   depois de toda papelada pronta e entregue aos atendentes da  secretaria  na certeza que estava tudo certo, estava totalmente enganada e  quando voltou para confirmar a cirurgia  foi informada que não estão marcando cirurgia nenhuma para Belo Horizonte, ou seja,  ao invés de esclarecerem a situação pegaram  os documentos e fizeram de conta que  ela estava sendo atendida,  ao constatar o fato  ficou sem saídas e sem tempo hábil para procurar o Ministério Público  para requisitar o atendimento via justiça já que faltava apenas 13 dias para que a cirurgia fosse realizada,  indignada desabafou  relatando o caos e a incompetência no  atendimento da saúde no Município.

Vereador já denunciava o fato 

Vereador João da Assembleia afirma que saúde é melhor do que festa para o povo de Mantena

Na Câmara Municipal apenas o Vereador João da Assembleia denunciou o fato pedindo maior investimento na saúde e  providências  do Prefeito João Rufino, na época relatou que preferia que o dinheiro que estava sendo gasto para realizar a festa da cidade deveria ser investido na saúde do Município, na ocasião,  o líder do Prefeito,  Vereador Anderson Branca de Neve,   foi  contra a oratória do  colega  na Tribuna  relatando que o povo precisava de festa sim e que até aquele momento não estava vendo ninguém morrer por falta de atendimento, falou muito bem, não estava.   

Morte  

Um fato que marcou muito no final do ano passado foi a  situação do Sr. Sebastião Gerson Ferreira  que precisava com urgência de uma vaga pelo INSS para colocar um marca passo,  o  Município não conseguiu a vaga em tempo hábil o que acabou contribuindo para sua morte. 

Família chora  de tristeza, a demora na vaga do SUS foi uma das causas da morte  do Sr. Sebastião Gerson Ferreira

Boca no Trombone pediu a saída imediata do secretário 

No Programa Boca no Trombone, o misto de empresário e radialista, o homem da comunicação na região,   Rogério Faustino,   também cobrou  providências da administração municipal sugerindo que fosse trocado o atual secretário de saúde, Dr. Jânio Assis, que segundo ele não estava tendo competência para gerenciar e  coordenar a pasta que é a mais importante  para população.

Boca no Trombone pede a saída imediata do secretário de saúde Dr. Jânio Assis em Mantena

O povo que necessita da saúde pública municipal tem sofrido com a situação e muitos querem saber o que anda acontecendo e qual o investimento que vem sendo feito pela administração municipal que decaiu muito o nível  com referência ao  governo anterior que priorizou a saúde com investimentos jamais realizados em Mantena.

A mídia partidária que tanto combateu  no passado fiscalizando  e  indo para porta da secretaria buscando de todas formas situações para criticar a saúde  que estava sendo realizada pela administração anterior  hoje está calada. 

Uma pergunta que não pode calar continua  a ecoar pelos quatro cantos do Município. Será que vamos ter que esperar acontecer mais mortes para que seja tomada providências administrativas  na área da saúde de Mantena. Até quando?

Veja mais

Administração do Prefeito  João Rufino é contestada com veemência  na saúde em Mantena

Boca no Trombone: Secretário de Saúde não dá as caras para explicar corte na gratificação dos motorista em Mantena

Raio X da saúde do município de Mantena: “ está faltando remédios, exames e consultas e seu gestor – o secretário”

COMPARTILHAR