Cabo afastado da PM é morto a facadas em Santa Maria de Jetibá, ES

Segundo a polícia, suspeito foi preso pouco depois do crime. Policial estava afastado para tratar o alcoolismo, e segundo um major, já tinha um desentendimento com o suspeito.


Por Naiara Arpini, G1 ES

Câmera de videomonitoramento flagrou o crime (Foto: Reprodução/ Videomonitoramento)

Câmera de videomonitoramento flagrou o crime(Foto: Reprodução/ Videomonitoramento)

Um cabo da Polícia Militar, de 48 anos, foi morto a facadas na noite desta sexta-feira (6), no bairro Vila Nova, em Santa Maria de Jetibá, no Espírito Santo. De acordo com a polícia, o suspeito, de 41 anos, foi detido logo após o crime. Ele já tem um registro por ameaça. A Polícia Civil vai investigar a motivação do crime.

De acordo com o major Sérgio Luiz Anechini, a vítima, o cabo Paulo Henrique Araújo, estava afastado da Polícia Militar desde agosto de 2016, para tratar o alcoolismo.

O crime aconteceu em frente a um bar de Santa Maria de Jetibá. Em imagens gravadas por câmeras de videomonitoramento, é possível ver que Paulo Henrique, aparece na porta do estabelecimento, bebe algo, conversa com duas pessoas, e, quando vai embora, é atacado pelas costas por um homem.

Segundo o major Anechini, Paulo Henrique foi atingido por nove facadas e morreu no local. O suspeito, segundo ele, é um homem de 41 anos. “Há um boato de que eles já tinham uma rixa. Já havia desentendimento e o álcool foi o estopim”, disse o major.

Depois do crime, o suspeito fugiu e uma outra pessoa chegou a ser detida. Mas, de acordo com o major, os próprios familiares do suspeito disseram que havia sido ele o autor do crime.

“O bar onde tudo aconteceu é da família do suspeito. Quando a polícia deteve um rapaz, a filha do real suspeito disse que aquele era inocente, e contou à polícia que o autor era o pai dela”, explicou o major.

Pouco depois, o suspeito voltou à cena do crime e foi preso em flagrante. Ele foi encaminhado para a delegacia de Aracruz.

COMPARTILHAR