DEER não tem data para reparar estragos na MG-108, em Lajinha

Órgão aguarda término das chuvas para iniciar os trabalhos; trecho foi destruído após o Rio São Domingos transbordar nessa segunda-feira (4).


Por G1 Vales de Minas Gerais

Trecho da MG-108 foi destruído após as chuvas (Foto: Marck Robert / Arquivo Pessoal)

Trecho da MG-108 foi destruído após as chuvas (Foto: Marck Robert / Arquivo Pessoal)

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER-MG) informou na manhã desta terça-feira (5) que ainda não tem uma data para fazer os trabalhos de restauração do trecho da MG-108, que rompeu em Lajinha (MG) nessa segunda (4). A pista foi destruída depois que o Rio São Domingos transbordou em um dos principais acessos da cidade à capital mineira.

Segundo o DEER, os estudos de engenharia já foram realizados no local. O material necessário para a recuperação da rodovia também já foi enviado para o município. No entanto, o órgão aguarda alguns dias de estiagem para executar os trabalhos.

A Defesa Civil de Lajinha informou que cerca de 40 imóveis do município foram vistoriados e que, no momento, não há desabrigados na cidade. A maioria das ocorrências registradas foi por deslizamento de barrancos e muros.

Por causa da interdição na MG-108, a opção de desvio para o motorista é seguir pela MG-441 até o entroncamento da BR-262, em Ibatiba.

COMPARTILHAR