Enchente invade casas em Lajinha e Defesa Civil alerta população através de fogos de artifícios

Rio São Domingos saiu do leito após 3 horas de chuva; sirenes da Polícia Militar também ajudaram no alerta aos moradores.


Por G1 Vales de Minas

Várias ruas do município foram inundadas durante a madrugada (Foto: Walter Luiz / Arquivo Pessoal )

Várias ruas do município foram inundadas durante a madrugada (Foto: Walter Luiz / Arquivo Pessoal )

Uma enchente invadiu várias casas em Lajinha, no Leste de Minas, na madrugada desta quinta-feira (04), depois que o Rio São Domingos saiu do leito após uma forte chuva que durou cerca de 3 horas. De acordo com a Defesa Civil, os moradores foram avisados por meio de fogos de artifício e sirenes policiais. Ninguém chegou a ficar desabrigado.

Os principais locais atingidos foram nos Bairros Sagrada Família, Novo Horizonte e Centro. De 1h às 4h30 choveu aproximadamente 130 milímetros no município da Zona da Mata, que tem cerca de 20 mil habitantes.

Casas no bairro Sagrada Família atingidas pela enchente (Foto: Walter Luiz / Arquivo Pessoal )

Casas no bairro Sagrada Família atingidas pela enchente (Foto: Walter Luiz / Arquivo Pessoal )

A Defesa Civil informou que assim que as inundações começaram, o órgão providenciou a soltura de fogos de artifício e acionou a Polícia Militar, que circulou pela cidade com as sirenes das viaturas ligadas. Segundo a instituição, como os registros de enchentes são comuns nesta época do ano, a população já reconhece esses sinais como um alerta.

Foram os fogos de artifício que ajudaram um guia de turismo a salvar os carros que estavam na garagem. “Assim que ouvi o barulho dos foguetes, corri para a garagem e vi que água já estava no meio das rodas. Por sorte, consegui retirar a tempo. A água continuou subindo e chegou a uns 60 centímetros”, descreveu Marck Robert.

Marcas na parede da garagem revelam a altura que a enchente atingiu na casa de Marck Robert (Foto: Marck Robert / Arquivo Pessoal)

Marcas na parede da garagem revelam a altura que a enchente atingiu na casa de Marck Robert (Foto: Marck Robert / Arquivo Pessoal)

Além dos imóveis inundados, a Defesa Civil registrou também quedas de árvores em alguns pontos da cidade. Por volta das 6h40 o rio já tinha voltado para o leito.

Ainda segundo a Defesa Civil, a enchente não provocou novos danos ao trecho de acesso ao Distrito de Areado, destruído em dezembro do ano passado. O acesso foi restabelecido e, apesar de ainda não ter sido pavimentado, está funcionando perfeitamente.

COMPARTILHAR