Feira  sem artesanato e sem apresentações de  cantores da terra afasta povo em Mantena

O Jornalismo Mantena Online vem acompanhando as apresentações da já tradicional Feira de Artesanato e Gastronomia de Mantena  e esteve presente  na Praça da Matriz   nesta quinta feira, (5), constatando  uma decaída muito grande no público que participava semanalmente  do evento.  Em conversa com as pessoas  dois  foram os possíveis motivos detectados   para o fato , o primeiro a falta de trabalhos e barraquinhas de artesanato e o outra a pouca  oportunidade  para os cantores da terra.

Feira  sem artesanato e sem apresentações de  cantores da terra afasta povo em Mantena – Foto: Rogério Augusto 

Continua depois da publicidade

Criada  pelo ex-prefeito Wanderson Coelho, a Feira de Artesanato e Gastronomia de Mantena foi um sucesso nas mãos  da ex-vereadora  Marinete Maria que era a  secretária de Cultura da época onde  atuavam cerca de oito barraquinhas de artesanatos e os cantores da terra tinha privilégio de se apresentar  valorizando a cultura do Município. 

Nas matérias abaixo  você pode relembrar a participação e  a presença dos artesões e dos cantores da terra. 

Veja mais 

Feira de Mantena é sucesso absoluto e já é copiada por outras cidades da Comarca.

Feira de Artesanato valoriza “prata da casa” e Nofrim & Adão são atrações em Mantena

Continua depois da publicidade

Decaída

Com a mudança da política e com a chegada de um novo Governo a  Feira de Artesanato e Gastronomia sentiu  uma grande diferença  no comando  e chegou até mesmo a não funcionar nos meses finais do ano de 2017,  com  o Secretário de Cultura alegando  a falta de segurança e de contingente  policial para efetivamente dar continuidade ao Projeto que desde a sua criação  encantou  os mantenenses e  a população de toda região, sendo que  na época    algumas cidades vizinhas  como Central de Minas  e Barra de São Francisco copiaram o modelo e também instituindo  a Feira em seus respectivos municípios.

Diante dos fatos e  da situação  de abandono da Feira de Artesanato e Gastronomia  o Prefeito Municipal  João Rufino mudou o comando entregando ao ex-vereador Mauro Lúcio Pereira a Secretaria de Cultura  que desde que entrou vem fazendo um trabalho de recuperação da Feira, porém sem ainda conseguir um êxito maior, é  decaída é nítida  e quem frequenta  a Feira hoje  observa  a diminuição do público em relação aos anos de sua criação e efetivação no Município e dois motivos podem estar fazendo a diferença neste instante, a  presença dos artesões com suas  barracas  de  mercadorias de artesanato  e a ausência de apresentações dos músicos e cantores da terra. Quando foi criada a Feira tinha três  referenciais, a presença da culinária,  dos  artesanatos  e  dos cantores da terra.

Continua depois da publicidade

Quem  observar   nos cartazes de apresentação  e  na divulgação da Feira por parte da Secretária de Cultura vai ver uma frase  em todas elas dizendo   “ A Feira esta com vagas limitadas para novas barracas”,  como assim ?   Nesta quinta feira, (5), não tinha a presença de nenhum artesão, nenhuma barraca de artesanato, as duas que  estavam instaladas estavam sem ninguém no escuro e fechada, como assim vagas limitadas? 

Veja mais

População revoltada com a paralisação da “música ao vivo” na Feira de Artesanato e Gastronomia  em Mantena

COMPARTILHAR