Minas tem ao menos 28 trechos de estradas fechadas ou parcialmente interditadas

A situação requer cuidados e atenção dos motoristas na saída para o Carnaval.

por João Henrique do Vale 

Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação
Um dos trechos parcialmente interditados é na BR-116, em Muriaé (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação )

A previsão de chuva para o feriado aumenta o alerta para os motoristas que vão passar o carnaval fora de Belo Horizonte. Balanço do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) mostra que ao menos 26 trechos de rodovias estaduais estão interditados ou parcialmente fechados, ou com restrição de tráfego. Nas rodovias federais, duas estão com incidentes. Os motivos são diversificados: erosões, rompimento de bueiro, problemas estruturais em pontes, abatimento da via, e quedas de barreiras. 

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, são duas estradas nesta situação. Na MG-040, no Bairro Novo das Indústrias, na Região do Barreiro. No km 18,5, uma obra acontece no viaduto ferroviário sobre a rodovia. Por causa disso, o tráfego está restrito a veículos abaixo de três metros e meio. Já na MG-432, altura do Bairro Veneza, em Ribeirão das Neves, o tráfego está em meia pista por causa de uma erosão. 

A situação mais crítica é na área da Coordenadoria Regionais de Ponte Nova, na Região da Zona da Mata. Na área há 10 trechos com problemas de circulação. Um deles é na LMG-840, no km 8,5, entre Padre Fialho e Pedra Bonita. A via está totalmente fechada desde novembro do ano passado devido a problemas estruturais na ponte sobre o Rio Matipó. As avarias foram provocadas por veículos pesados. Outros trechos estão fechados há quase um ano. 

Por meio de nota, o DEER/MG afirmou que o  tempo de solução de cada uma das ocorrências é variável, “em alguns casos pode ser necessária a realização de um projeto de engenharia e da liberação de recursos específicos, o que pode influenciar na permanência da informação no quadro”, afirmou. 

Aos motoristas que vão sair para o feriado de carnaval, o órgão orienta verificar as condições de tráfego das rodovias a serem utilizadas durante a viagem. “Os motoristas devem realizar uma direção defensiva, respeitando os limites de velocidade permitidos para o trecho, fazer o uso do cinto de segurança por todos ocupantes do veículo, só dirigir depois de estar devidamente descansado e não combinar a direção com o uso de bebida alcoólica”, finalizou. 

Rodovias federais

Dois trechos em rodovias federais mineiras demandam maior atenção dos condutores por problemas estruturais. A BR-116, em Muriaé, na Zona da Mata, está parcialmente interditada devido A obras para corrigir problemas causados por um deslizamento de terra no Km 714. Já a BR-464, entre Delfinópolis e São João Batista do Glória, no Sul de Minas, está completamente fechada devido a uma ponte que desabou durante os trabalhos de reconstrução da estrutura sobre o Ribeirão Capetinga.

COMPARTILHAR