Na estréia do Mineiro Democrata perde para Caldense no Mamudão em GV

Caldense sufoca no primeiro tempo, marca duas vezes e vence o Democrata fora de casa na estreia do MineiroPantera teve pênalti perdido ainda no primeiro tempo de jogo e viu o time de Poços de Caldas aproveitar melhor as chances, marcando em dois lances de erros do time da casa
ge – globoesporte.com
 O JOGO: DEFINIDO NO PRIMEIRO TEMPO
A Caldense sufocou o Democrata praticamente em todo o primeiro tempo de jogo. Mesmo jogando fora de casa, o time do técnico Zezito soube trabalhar bem a bola, comandando as principais chances. Quando teve oportunidade, marcou; Potita e Anderson anotaram para a Veterana, ainda no primeiro tempo. Em seguida, soube segurar o jogo. A Pantera não conseguiu jogar e chegou pouco ao gol adversário, mesmo com as mudanças mais ofensivas do técnico Gilmar Estevam.
  • O próximo duelo da Caldense será em casa, diante do Cruzeiro, no sábado, 20, às 21h30. Já o Democrata visita o Atlético-MG, no domingo, 21; a partida acontece às 17h
  • PRIMEIRO TEMPO

    O duelo começou acelerado, mas as chances reais vieram mesmo para a Caldense. A equipe mostrou que a pré-temporada foi bem feita, com o elenco bem entrosado e jogadas diversas. O que incomodou os jogadores do Democrata, que, mesmo com o apoio da torcida, não conseguiam imprimir ritmo de jogo. O sistema defensivo da Pantera sentiu e falhou; chances bem aproveitadas por Potita, aos 15 minutos, e Anderson, aos 36. Antes disso, Romarinho teve chance de colocar o Democrata no jogo, mas desperdiçou um pênalti, cobrando fraco. Daí em diante, a Veterana controlou o jogo.

     SEGUNDO TEMPO

    Na volta do intervalo, um Democrata ainda mais ofensivo, após mudanças do técnico Gilmar Estevam. Porém, a falta de entrosamento dos jogadores fazia com que as chegadas na área adversária se perdessem facilmente. A Caldense, com a vantagem no placar, tirou o pé, e passou a valorizar ainda mais a posse de bola. Foram poucas as chances para o placar mudar. Aos 43 minutos, a Caldense quase ampliou, mas o juiz viu impedimento de Anderson. Logo em seguida, aos 44, Fernando, de falta, conseguiu diminuir para o time da casa, mas já era tarde.

COMPARTILHAR