Nacional vence no  “tapetão” e vai  enfrentar o Operário na final da Taça Cidade 2018

Na verdade toda  a competição foi marcada pelo zum zum zum e diversos problemas  extra-campo mostrando a falta de pulso do secretário municipal de esportes  Valsair Lima que pode culminar com a paralisação da competição  se a Cevin recorrer com Mandado de Segurança.

O julgamento foi realizado nesta sexta feira, (15), pela   Secretaria Municipal de Esporte   através da junta disciplinar – Foto: Redes Sociais/Internet

Continua depois da publicidade

A decisão  do julgamento realizado pela   Secretaria Municipal de Esporte   através da junta disciplinar por 3 votos  a zero  aparentemente  fechou a discussão  sobre o caso  colocando  assim as  duas equipes do Bairro dos Operários  em decisão inédita da Taça Cidade Mantena 2018 no futebol de campo. No confronto das duas equipes pela primeira fase da competição o Operário bateu o Nacional por 2×1 em grande jogo no Municipal Rafael de Carvalho.  

No julgamento realizado na noite desta sexta feira, (15),  a junta disciplinar aceitou os argumentos   dos dirigentes do   Nacional   que apresentaram provas e  contestaram  a   atuação e a  presença em campo do jogador  profissional  Matheus BobdY   na derrota para a Cevin por 3×1 o que  afligiu  de forma direta o regulamento da competição. Segundo o advogado  que defendeu a Cevin no julgamento a decisão  pode ser revertida e só depende dos diretores da equipe e do próprio jogador Matheus Henrique.  

Veja mais

http://mantenaonline.com.br/nacional-busca-no-tapetao-a-vaga-na-final-da-taca-cidade-2018/

A competição corre o risco de ficar paralisada e não acontecer  o jogo na próxima terça feira, isso   porque  ainda  resta a alternativa  para a  Cevin  em entrar com Mandado de Segurança, uma  ação jurídica usada para proteger um direito que tenha sido violado ou que esteja sob ameaça por um abuso de poder praticado por uma autoridade pública.