Serra pode ter até 4 desfalques no 2º jogo da final contra o Real Noroeste

Dois jogadores estão suspensos, e outros dois estão lesionados e fazem tratamento intensivo para conseguir entrar em campo. Confira quais são os possíveis substitutos.

Rafinha, Alex Augusto, Emílio e Paulo Ricardo, problemas para a comissão técnica do Serra (Foto: Adriano Barbosa)

Rafinha, Alex Augusto, Emílio e Paulo Ricardo, problemas para a comissão técnica do Serra (Foto: Adriano Barbosa)

Mesmo com a vantagem de poder empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença para ser campeão estadual pela 6ª vez em sua história, a comissão técnica do Serra tem alguns problemas para escalar o time titular para o 2º jogo da decisão do Capixabão 2018, contra o Real Noroeste.

São quatro os possíveis desfalques da equipe e o técnico Charles de Almeida aguarda até os últimos momentos antes da partida para definir os substitutos. Dois desses desfalques não têm nenhuma chance de entrar em campo: são os casos do lateral-esquerdo Rafinha (suspenso pelo 3º cartão amarelo) e o zagueiro Alex Augusto (que foi expulso em Águia Branca).

Os outros dois jogadores que são dúvidas para o treinador tentam se recuperar de problemas físicos. Um deles é o meia Emílio, que sofreu uma lesão no joelho ainda na primeira fase, curiosamente na partida diante do próprio Real Noroeste. O atleta até entrou em campo no jogo de volta das semifinais, contra o Rio Branco VN, mas não foi para Águia Branca e está sendo preparado para jogar essa segunda partida das finais.

A outra peça que inspira cuidados ao departamento médico serrano é o meia atacante Paulo Ricardo, que sofreu uma lesão muscular na vitória por 1 a 0 sobre o Real Noroeste. O jogador faz tratamento intensivo, mas a certeza se irá jogar ou não só sai no sábado.

Enquanto isso, os possíveis substitutos seguem treinando no Estádio Robertão, em Serra Sede. Na zaga, entra Marquinhos, que também substituiu Espinho nas semifinais. Na lateral, entra o jovem Deco. Mas no meio de campo é que moram as dúvidas de Charles de Almeida.

Se adotar um esquema mais conservador, o técnico deve escalar um trio de volantes, com Vandinho, Darlan e Hebert. Mas se for pra cima do Real, o treinador por montar um trio de atacantes, com Pepeta entrando na equipe, ao lado de Diego Alves e Rael.

 

– Temos dois desfalques que não tem como reverter, que são o Rafinha e o Alex Augusto, mas mesmo assim vamos com força máxima – disse o técnico na saída do treino desta quarta-feira.

Final do Capixabão 2018

Serra e Real Noroeste se enfrentam no jogo de volta da final do Campeonato Capixaba neste sábado, às 16h10, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica. Como venceu a primeira partida por 1 a 0, o Tricolor Serrano tem a vantagem do empate e pode até perder por um gol de diferença para ser campeão. Já o Real Noroeste precisa vencer por no mínimo dois gols de diferença para levantar a taça.

COMPARTILHAR