PM apreende mais de 100 mil reais em contrabando de cigarros e fecha laboratório de bebidas clandestino em Mantena

0
153

Atendendo  a  um Mandado de Ordem de busca e apreensão  expedido pela Juíza de Direito,  Dayane Rey da Silva, os policiais estiveram na manhã desta sexta feira, (20/03),   na residência do Sr. Ananias Lino,  Rua Romero Duque, nº 21, centro, em Mantena,  quando  depararam com  grande quantidade de objetos ilícitos produtos de contrabando  que foram apreendidos  e também constataram  que  havia  uma fábrica de bebidas clandestinas  trabalhando  no local que foi imediatamente  fechada.

Atendendo a um mandado da justiça  a PM apreendeu mais de 100 mil reais em contrabando em Mantena
Atendendo a um mandado da justiça a PM apreendeu mais de 100 mil reais em contrabando e fechou uma fábrica  clandestina  de bebidas  em Mantena

O Comando da 159ª CIA PM de Mantena mais uma vez não deu trégua ao crime e  agindo  rapidamente apreendeu  na manhã desta sexta feira, (20/03), grande quantidade de contrabando  de cigarros e de quebra fechou um laboratório de fabricação clandestina de bebidas que estava  funcionando  na casa do Sr. Ananias Lino, a Rua Romero Duque, nº 21, em Mantena. Ao todo foram apreendidos  120 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. O material que não tinha nota fiscal estava estocado na  casa. Segundo a polícia, cada caixa do cigarro tem 500 maços.

A PM informou também que o material encontrado pertence ao  homem de 63 anos que foi preso há um mês, na cidade de Barra, no Espírito Santo, pelo crime de Contrabando e descaminho. Ele trazia os cigarros do país vizinho até Mantena, onde deixava estocado e depois levava para o Espírito Santo.

O material encontrado foi apreendido e levado para a Receita Federal de Governador Valadares.

Falsificação: elemento surpresa na bebida alcoólica

O  patio da 159ª Cia PM  ficou cheio de contrabando e de materiais usados na fabrica  de bebidas clandestina
O pátio da 159ª Cia PM ficou cheio de contrabando de cigarros   e de materiais usados na fábrica clandestina

Ananias Lino já  havia sido preso  com contrabando e também com bebidas falsificadas  em estrada que liga Mantena a  Barra de São Francisco-ES. Investigado minuciosamente pelas autoridades  foi novamente autuado , dessa vez  foi encontrado  todo um  material desde vasilhames para  o preparo  da  bebida para o consumo,   rótulos,  lacres e  garrafas que já estavam preparadas para receberem o produto final  sendo constatado assim  que no endereço  funcionava uma  fábrica clandestina de bebidas.

A falsificação de bebidas pode colocar a saúde do consumidor em risco. O problema é conseguir descobrir que se trata de um produto adulterado. Isso porque os criminosos possuem técnica suficiente para enganar facilmente os clientes. E além do dano ao comprador, os fabricantes também saem no prejuízo.

 Reincidente 

Há menos de uma semana, na manhã de sábado próximo passado, (14/03),   os mantenenses  Ananias Lino e seu filho  Alexandre Moraes Lino foram presos com  contrabando de cigarro e bebidas e  levados  para DPJ  da vizinha  Barra de São Francisco no Espirito Santo.

Naquele dia eles foram bloqueados  próximo  a fazenda do Sr. Altamiro, no Córrego Miracema, quando  foram pegos dentro de um veículo Gol, Placa MPA 0805,  com  contrabando de cigarro e diversas  marcas de bebidas alcoólica de fabricação caseira, além  documento de pedido de mercadoria num total de R$ 8.118,00 (oito mil, cento e dezoito reais), 13 (treze) notas promissórias preenchidas, somando um valor total de R$ 6.569,00 (seis mil quinhentos e sessenta e reais).

 O que diz a Lei –  Art. 334 – Importar ou exportar mercadoria proibida ou iludir, no todo ou em parte, o pagamento de direito ou imposto devido pela entrada, pela saída ou pelo consumo de mercadoria: Pena – reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos.

Veja mais >>>>>> https://www.mantenaonline.com.br/dois-mantenenses-presos-por-contrabando-em-barra-de-sao-francisco/

Veja as fotos com Exclusividade Mantena Online: 

FOTOS: JORNALISTA ROGÉRIO AUGUSTO (RG 0002795-ES)

* Proibida qualquer reprodução sem autorização.

DSC_0429 DSC_0428 DSC_0430 DSC_0431 DSC_0432 DSC_0434 DSC_0435 DSC_0436