Promotor de Justiça de Mantenópolis justifica atos e boatos “A sociedade é nossa patroa”

0
78

Pelas redes sociais e através de seu facebook pessoal, o Promotor de Justiça Izaias Antônio Souza, que atua  em Mantenópolis –Es,  abriu o verbo  e através de uma Nota Pública explicou ações tomadas  e também sobre criticas infundadas sobre o fechamento  ou não do hospital  local.

11083663_10202713372475110_3098308768097880020_n

CONSIDERANDO que mais uma vez, pessoas mal intencionadas, covardes e mentirosas, vêm disseminando notícias falsas acerca do Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Dores de Mantenópolis.

CONSIDERANDO que foi por incompetência, irresponsabilidade e omissão de gestores públicos e provados que o Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Dores encerrou suas atividades no meado do ano de 2013.

CONSIDERANDO que naquela oportunidade, também, pessoas mal intencionadas, covardes e mentirosas, disseminaram a falsa informação de que fora este Promotor quem havia fechado o Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Dores de Mantenópolis.

CONSIDERANDO que nenhum membro do Ministério Público deste país tem autoridade, atribuição ou competência para fechar ou abrir hospitais.

Promotor de Justiça Izaias Antônio Souza
Promotor de Justiça de Mantenópolis,  Izaias Antônio Souza

A PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE MANTENÓPOLIS INFORMA:

Eram falsas, mal intencionadas e covardes os boatos outrora disseminados de que fora este Promotor quem fechara o Hospital de Mantenópolis no ano de 2013.

São falsas, mal intencionadas e covardes os boatos atualmente disseminados de que este Promotor pretenda fechar o Hospital de Mantenópolis.

É verdade que em razão da criminosa omissão das autoridades municipais em diligenciar no sentido de prover a prestação dos serviços de saúde pública de sua competência, com o mínimo de qualidade e respeito à dignidade da população, desde o mês de SETEMBRO/2014, esta Promotoria, com o apoio do CAPS/MPES, vem desenvolvendo diagnóstico da situação caótica da saúde pública em Mantenópolis visando adotar medidas no sentido de fazer cessar a abusiva e grotesca situação ocorrente.

É verdade que nesta última semana este Promotor diligenciou diuturnamente, de diversas formas e em diversos locais, buscando alternativas legais e eficazes que venham por fim a mais de uma década de omissões e precariedades no âmbito dos serviços municipais de saúde.

É verdade que a conclusão alcançada por este Promotor foi no sentido de que, conforme o município não possui a mínima estrutura física e logística para prestar os serviços de saúde de sua competência, a única alternativa que lhe resta na atualidade é se valer da estrutura física do Hospital de Mantenópolis para prestar os serviços de saúde de sua competência.

É verdade que esta Promotoria ainda não concluiu totalmente seus trabalhos e permanece na coleta de informações, documentações e dados diversos, necessários à adoção das eventuais medidas de sua atribuição visando compelir o município de Mantenópolis a cessar o abuso impingido à população, passando a prestar, com legalidade, eficiência, economicidade, moralidade e impessoalidade os serviços de saúde de sua competência e, principalmente, valendo-se da estrutura física e logística do Hospital de Mantenópolis para a prestação de tais serviços.

Por fim, continua sendo verdade que este Promotor se mantém atendo em face dos lobos que compõem as alcateias que querem comer a carne, lamber os ossos e vender a pele dessa humilde e sofrida população de Mantenópolis.

MINISTÉRIO PÚBLICO – A SOCIEDADE É A NOSSA PATROA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui