Semana Santa tem ao menos 24 mortes nas estradas mineiras

0
99

O balanço foi divulgado na tarde desta segunda-feira pelas polícias Rodoviária Federal e Militar Rodoviária. Os dados mostram uma redução de 25% no número de óbitos nas ocorrências em relação ao mesmo período do ano passado.

 João Henrique do Vale

Estado de Minas

Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press
Batida entre gol e caminhonete deixou uma pessoa morta na BR-381, em Caeté, na sexta-feira

O feriado de Semana Santa terminou com 24 pessoas mortas nas estradas mineiras. O balanço foi divulgado na tarde desta segunda-feira pelas polícias Rodoviária Federal e Militar Rodoviária. Os dados mostram uma redução de 25% no número de óbitos nas ocorrências em relação ao mesmo período do ano passado, quando 32 pessoas perderam a vida. A diminuição também aconteceu em relação ao número de feridos e acidentes. Nas vias sob responsabilidade da PMRv, o número de mortos teve uma leve alta em comparação com 2014. 

A operação da PMRv entrou em vigor na última quinta-feira e teve fim somente na segunda-feira. Neste período, foram registrados 272 acidentes que resultaram em 249 pessoas feridas. Em 2014, foram 318 ocorrências com 286 feridos. As ações da PRF vão acontecer até o fim da noite. Por causa disso, apresentou número parciais. O resultado total vai ser divulgado na tarde desta terça-feira. Até às 17h, foram registrados 216 acidentes nas rodovias federais com 197 feridos e sete mortes. 
Os dados totais das duas corporações, mostram uma grande redução nas ocorrências. No ano passado, foram computadas 32 mortes, 476 feridos em 824 ocorrências. Neste ano, foram 24 mortes, 446 feridos em 488 acidentes. 

A batida mais grave aconteceu na MG-050, em Pimhi, na Região Oeste do estado, no domingo. Mãe e filho morreram na capotagem de um Agile. Segundo o boletim de ocorrência, o veículo seguia pela rodovia quando o motorista perdeu o controle da direção. O automóvel rodou na pista e capotou em seguida. 
O jovem de 20 anos que dirigia o carro e a mãe dele morreram na hora. A namorada do motorista e a avó dele ficaram feridas e foram levadas para a Santa Casa da cidade. Ainda de acordo com a polícia, chovia na hora da batida, que aconteceu por volta das 16h30 em um trecho de curvas. 
Na última sexta-feira, a batida entre um carro e uma caminhonete matou uma mulher na BR-381, em Caeté, Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com testemunhas do acidente, o trânsito no local ficou lento por causa de um quebra-molas próximo à obra da duplicação da rodovia. O motorista do Gol, que seguia no sentido BH/Vitória, para não bater na traseira de veículos, precisou frear. O veículo rodou na pista, atravessou para a contramão e atingiu de frente a caminhonete. 
Com o impacto, Lucilene Cláudia da Silva, de 32 anos, morreu na hora. Um homem, que não teve o nome divulgado, ficou preso às ferragens e foi socorrido para um hospital. A ocorrência deixou o trânsito lento na região. 
Lei seca
Durante o feriado prolongado, a PMRv realizou 2.972 operações nas rodovias, sendo que, em 527 foram utilizados o etilômetro. Foram feitos 2.205 testes com o aparelho. Destes, 82 pessoas foram flagradas por embriaguez ao volante e acabaram presas. Nas ações, 46.942 veículos foram verificados, 4.096 ficaram retidos, 477 removidos e 576 condutores inabilitados foram autuados. Os radares flagraram 997 imagens de motoristas infratores. 

As rodovias federais contaram com ações com bafômetro. Nos últimos quatro dias, foram realizados 5.155 testes que resultaram na prisão de 936 condutores que dirigiam embriagados.