Cemig investe R$ 13 milhões em subestação do Leste de Minas

0
120

 A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig finalizou a primeira etapa da obra de ampliação da Subestação (SE) de Caratinga, no leste mineiro, com a entrada em operação de um novo transformador de 33 MVA, no final de março. A previsão é de que, só nessa obra, a Empresa invista cerca de R$ 13 milhões.

 saervicoA partir da conclusão das obras, a subestação vai sair de uma capacidade instalada de 55 MVA e vai para 116 MVA, dobrando sua potência, o que significa maior disponibilidade de energia elétrica para uma população de mais de 135 mil mineiros.

De acordo com o engenheiro de empreendimentos da Cemig, Aguinaldo Lopes Martins, o aumento na disponibilidade de energia deve-se à instalação de transformadores mais potentes. “Os transformadores são os equipamentos mais importantes de uma subestação, pois são os responsáveis pelo rebaixamento de tensão da energia que chega pela linha de transmissão, tornando-a adequada para a distribuição na rede urbana”, explica.

No projeto de ampliação e modernização da SE Caratinga, estão previstas ainda a troca de disjuntores e religadores – que são dispositivos de proteção para o sistema elétrico – e a montagem de quatro bancos de capacitores, que devem melhorar os níveis de tensão distribuída. Além disso, a Cemig vai instalar um registrador de perturbações, dispositivo que supervisiona todos os equipamentos da subestação, permitindo um diagnóstico mais rápido das ocorrências no sistema elétrico.

Aguinaldo Lopes ressalta que este empreendimento na SE Caratinga é prova da atuação da Cemig para melhorar cada vez mais a qualidade do fornecimento de energia, apoiando o desenvolvimento econômico e social da região. “A previsão é de que as demais etapas da obra estejam prontas ainda este ano”, conclui o engenheiro de empreendimentos.

Fonte: Assessoria CEMIG