Novos nomes surgem no esquema que fraudava a empresa Toledo Minerações

0
256

De acordo com informações apuradas o esquema dos dois funcionários suspeitos de fraudarem a empresa Toledo Mineração,  em Barra de São Francisco, Francismar Machado Reis e Rafhael Victor Feliciano Lima, pode ter a participação de mais pessoas, amigos e até mesmo familiares  que estão sendo  investigados.

Além dos dois suspeitos novos nomes surgiram e estão sendo investigados pela Polícia Civil do Espirito Santo
Além dos dois suspeitos novos nomes surgiram e estão sendo investigados pela Polícia Civil do Espirito Santo

Os dois funcionários que usavam nomes de fornecedores da Toledo Mineração  se mostraram experts em  tecnologia virtual e adulteração de documentos para forjar o desvio de dinheiro. Eles   foram  presos pela Policia Civil de Barra de São Francisco e  levados para a Delegacia  de Vitória  onde serão interrogados  e devem confirmar ou não a participação de terceiros em suas ações. 

Segundo informações  da empresa  Toledo Mineração os dois usavam o dinheiro desviado para pagar contas de familiares  e nomes próximos estão sendo investigados como no caso de Francismar Machado: Keila Cristina Machado Reis (irmã);  Hitler (cunhado), Ramon Fagundes (amigo)  e  G. A. Macedo ME de Mantena (veja matéria) https://www.mantenaonline.com.br/empresario-de-mantena-emite-nota-de-esclarecimento-no-caso/ e de Rafhael Victor:   Valtair Carmo Lima ­ Tatá Despachante (Pai); Karina Vieira da Silva (Esposa); Cleide Vieira da Silva (cunhada); Danilo Antônio Pinto (cunhado) e  Júlio Cesar Almeida Silva (funcionário da empresa TOTVS).

Veja mais>>>>>https://www.mantenaonline.com.br/mantenenses-presos-fraudando-boletos-na-empresa-toledo-mineracao/

Informações: Informe Leste