Rádio SIM FM tem sua casa destruída na torre e mais uma vez a lembrança do passado ressurge em Mantena

0
125

A Rádio Sim FM de Mantena , desde que teve a sua torre explodida por dinamites (veja vídeo em anexo),  funciona em um outro local denominado  torre do Klinger onde ela paga o aluguel para usar o espaço. A direção da rádio estava reconstruindo na área  antiga que havia sido explodida  na tentativa de retornar com os equipamentos ao local que pertence a rádio e reativar no próprio terreno a casa  para colocar o transmissor e o  link , mas, para sua surpresa mais uma vez teve a casa  atacada e derrubada a força. A direção da Rádio SIM já procurou a Polícia para efetuar a denúncias e confeccionar o Boletim de Ocorrência.  

[vsw id=”IREHZRlX_ls” source=”youtube” width=”425″ height=”344″ autoplay=”no”]

A casa da Rádio SIM FM na torre foi destruída mais uma vez fazendo relembrar um passado triste em Mantena
A casa da Rádio SIM FM na torre foi destruída mais uma vez fazendo relembrar um passado triste em Mantena

LEMBRANÇAS AMARGAS

Até hoje o  fato não foi solucionado pela Polícia Civil, quando criminosos explodiram a  estação da  rádio  SIM FM em Mantena, na Região Leste de Minas Gerais,  o fato aconteceu  em uma  quinta-feira 13 de janeiro de 2011.   No mesmo dia, a casa do dono da rádio foi alvo de tiros. Na época a  polícia informou que estava  investigando se os dois casos tinha alguma ligação. De acordo com a polícia, testemunhas disseram que um homem passou atirando contra a casa do empresário. Explosivos foram usados para destruir a rádio. Toda a aparelhagem ficou danificada.

De acordo com o delegado da época Alfredo Resende, o crime poderia  ser consequência de uma disputa pessoal, de concorrência comercial ou retaliação à divulgação de fatos contra administração municipal. A assessoria de imprensa da prefeitura de Mantena, negou que o órgão tenha qualquer ligação com o caso.

IMG-20150608-WA0010 - Cópia

IMG-20150608-WA0011 - Cópia

MÍDIA AINDA RELEMBRA O FATO

– Quem foi o autor desta matéria? Seria o mesmo que hoje  ataca o prefeito e defende o empresário das comunicações ????

Sem título