Equipe técnica vai investigar causas do acidente aéreo em Tumiritinga, MG

0
124

Acidente matou prefeito de Central de Minas, Genil da Mata, e funcionário. Segundo a Força Aérea Brasileira, a aeronave era experimental. Os corpos das vítimas permanecem no Instituto Médico Legal de Governador Valadares (MG) e devem ser liberados até o início da tarde. Eles serão velados no Ginásio Poliesportivo  de Central de Minas e o enterro será nesta  quinta feira no Cemitério local. 

Do G1 Vales de Minas Gerais

Os corpos das vítimas permanecem no Instituto Médico Legal de Governador Valadares (MG) e devem ser liberados até o início da tarde. Eles serão velados no Ginásio Poliesportivo no Centro de Central de Minas. A prefeitura da cidade decretou luto oficial de sete dias.

Veja mais >>>http://mantenaonline.com.br/prefeito-de-central-de-minas-morre-vitima-de-desastre-aereo-em-tumiritinga/

Segundo o tenente coronel da Polícia Militar, Célio Menezes, os moradores do assentamento afirmaram que a aeronave estava jogando coquetel molotov nas barracas do local.

Em nota, a direção estadual do MST em Minas Gerais, informou que essa não seria a primeira vez que os assentados foram alvos de ataques.No último dia 10, as famílias foram surpreendidas com cerca de 12 pistoleiros, dois veículos e dois tratores. “Os pistoleiros efetuaram vários disparos de balas e foguetes sobre as famílias acampadas. Os tratores foram blindados, preparados para guerra”, diz a nota.

O advogado da família do prefeito, Siranides Eliotério Gomes, informou que não tinha conhecimento dos ataques. Ele afirmou que estava preparando a ação de reintegração de posse nesta terça, e teria pedido que o prefeito fizesse o sobrevoo para fotografar a área invadida. As imagens seriam anexadas a petição inicial.

A Força Aérea Brasileira informou que a aeronave era experimental, ou seja, fabricada por um construtor amador.  Apesar de estar enquadrada nesta categoria, cabe a autoridade aeronáutica regulamentar a construção, operação e emissão de certificado para autorização de voo.

Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) disse que os veículos experimentais são apenas registrados pelo órgão e a aeronave estava regular. A ANAC ainda não informou se o piloto tinha habilitação.

De acordo com uma pessoa próxima ao prefeito, que não quis se identificar, o chefe do executivo tinha o hábito de pilotar, e a aeronave foi comprada recentemente.