Minas Gerais: Ruas ficam cobertas por granizo após chuva em Juiz de Fora

0
316

Houve destelhamentos, quedas de muros e alagamentos. Geógrafo especialista em climatologia explicou formação do gelo.

Jéssyka Prata e Roberta OliveiraDo G1 Zona da Mata
Granizo Rua Estela Paleta Francisco Bernardino Juiz de Fora (Foto: Jonas Silva/Arquivo Pessoal)
                              Rua Estela Paleta no Bairro Francisco Bernardino ficou coberta de granizo
                                                                   (Foto: Jonas Silva/Arquivo Pessoal)

Moradores de Juiz de Fora foram surpreendidos com o granizo que caiu na tarde deste domingo (26) em Juiz de Fora. De acordo com o 5º Distrito de Meteorologia, foram registrados 15 milímetros de chuva no dia. O geógrafo Thiago Oliveira Santos explicou que a temperatura amena do inverno favoreceu que os cristais de gelo formados nas nuvens caíssem.

Foram registrados destelhamentos de casas e quedas de muros. Um balanço parcial da Defesa Civil indica que pelo menos 13 vistorias foram realizadas. Houve ainda queda de árvores no Bairro Grama. Boa parte da região Nordeste de Juiz de Fora teve interrupção da energia elétrica durante a noite.

Ayanne Souza, moradora do bairro Jardim Natal, contou que a Rua Geraldo Scaldine Machado ficou coberta pelo granizo. Segundo ela, casas ficaram destelhadas, entrou água em imóveis e a rua ficou alagada porque subiu o volume do córrego.

“Primeiro veio a chuva bem forte e com muito vento. Depois de alguns minutos, começou o granizo muito forte e intenso. Ficou tudo branco. Foi diferente de outras chuvas de granizo. Antes era maior e derretia com mais facilidade, era parecido com aquele gelo do congelador da geladeira. Muito tempo depois, quando fui ao quintal, ainda tinha gelo intacto”, contou.

O vento também estava forte. Ayanne Souza contou que os moradores ficaram com medo. “O vento, a chuva e granizo, tudo junto, deu muito medo. O meu tio tem equipamentos de ginástica na laje dele, inclusive um aparelho enorme com muitas placas de peso. O vento derrubou este aparelho. Como o barulho da chuva e do granizo foi muito forte, nós só descobrimos quando ele subiu e viu o aparelho derrubado”, comentou.

Granizo Rua Gerlado Scaldine Machado Jardim Natal Juiz de Fora (Foto: Ayanne Souza/ Arquivo Pessoal)                               Morador mostra tamanho do bloco de gelo no Bairro Jardim Natal
                                                                  (Foto: Ayanne Souza/Arquivo Pessoal)

Condições favoráveis
O geógrafo Thiago Oliveira Santos, especialista em climatologia, disse que as condições climáticas favoreceram a ocorrência do granizo. “Havia uma área de baixa pressão se deslocando pelo litoral da região Sudeste. Com a concentração de umidade atingindo altas altitudes, as nuvens alcançaram o ponto de congelamento. As nuvens de tempestade se formaram e, ao descerem e se depararem com temperaturas amenas, os cristais de gelo conseguiram chegar ao solo”, explicou.

O especialista disse ainda que o impacto nos bairros na região Norte pode ser por causa do local onde a nuvem de tempestade se formou. “Ela estava mais concentrada na região. À medida que a nuvem deslocou, foi abrandando e perdendo força. Também caiu granizo em bairros da região Leste, mas não com a mesma intensidade.”