Calor em Mantena chega a 45 graus

0
152

Nesta sexta feira, medição oficial apontou 45 graus no centro da cidade.

12166844_1132087940154485_1489329736_nAcredite. Tá ruim, e pode ficar pior. É com essa preocupação que o Jornalismo Mantena Online alerta sobre as precauções que devemos ter com uma elevação ainda maior das temperaturas na Terra Boa. Quem pensa que a insuportável onda de calor já estava perto do fim, pode esperar temperaturas ainda maiores nos próximos dias, pois, o verão onde o sol é predominante e o calor é intenso, ainda nem começou.

Calor forte pode levar corpo ao colapso; veja como se proteger

Hipertermia, o super aquecimento do corpo, leva à confusão mental e pode provocar um AVC. Confusão mental, dor de cabeça, cãibras e desidratação. Temperaturas muito altas como as que têm sido registradas em Mantena bem antes do início do verão podem levar o organismo a um colapso. Os mais sensíveis – como crianças, idosos ou cardíacos – devem redobrar os cuidados com a saúde. Como o calor é extremo, nem só a água protege o corpo de efeitos nocivos. Frutas, sucos e bebidas isotônicas também podem evitar problemas. Atividades físicas ao ar livre entre 10h e 15h, nem pensar!

Nesta sexta feira, (16/10), os termômetros em Mantena marcaram 45 graus no centro, uma das maiores temperaturas registradas nos últimos tempos. Ventos quentes, a falta de chuvas e o ar polar aumentaram excessivamente as temperaturas nesta semana e provocaram sofrimento na população.

Em casos mais extremos, como idosos e pessoas com problemas vasculares, pode levar a um AVC (acidente vascular cerebral) .

Essa queda na pressão, também provoca cansaço extremo, uma aparente sensação de moleza. A perda de líquido pelo organismo, quando o dia quente está mais seco, pode levar à desidratação. Como se não bastasse a desidratação, a perda de líquido também pode causar cãibras. Isso acontece, porque o corpo perde potássio e sódio, o que impede a contração muscular. Por isso, recomenda-se que, além de água, deve-se beber outros líquidos nos dias muito quentes:

—Bebidas isotônicas têm a quantidade ideal de sódio e potássio, além da água de coco, que é perfeita para evitar a perda de eletrólito, que evitam as cãibras.

A hidratação também pode ser feita com frutas, sucos e verduras. Os alimentos gordurosos e ricos em açúcar também devem ser evitados porque geram calor no organismo.

Os cuidados com os cardiopatas devem ser redobrados. Idosos cardíacos perdem a capacidade de ingestão maior de líquidos e, com isso, ficam mais expostos à hidratação.

— Qualquer mal estar, fraqueza ou desmaio pode ser sintoma de desidratação, e o médico deve ser procurado, principalmente pelos cardíacos. Pode até ser feita mudança na medicação para evitar a insuficiência cardíaca.

Na hora de dormir, deve-se evitar pijamas pesados, e o quarto deve estar bem ventilado, ou mesmo com ar condicionado ligado.

— Temos de evitar o calor excessivo também à noite, para dormir bem.

Idosos e crianças são mais suscetíveis aos efeitos danosos do calor.

– As crianças ainda não tem o controle do que acontece com o corpo e os idosos perderam esse controle.

Aquela cervejinha e demais bebidas alcoólicas, também têm que ser evitados, pois, o álcool desidrata o organismo porque inibe a retenção de líquido e aumenta a produção de urina.

– Todo o líquido vai sendo eliminado nas idas ao banheiro.

A bebida alcoólica é vasodilatadora, ou seja, pode provocar a queda de pressão e até desmaios.