Santa Leopoldina vai fechar mais cedo para reduzir custos, no ES

0
164

Com a mudança, prefeitura passa a funcionar até o meio dia. Medida foi tomada para diminuir o peso da folha de pagamento. Mantena também tomou as mesmas providências e já está trabalhando em horário novo, das 7 as 13 horas, porém o prefeito Dr. Wanderson Coelho não diminuiu o peso da folha e as medidas foram para reduzir custos de energia  e material.

Do G1 ES, com informações de A Gazeta

Santa Leopoldina reduziu carga horária de servidores no Espírito Santo (Foto: Edson Chagas/ A Gazeta)                        Santa Leopoldina reduziu carga horária de servidores no Espírito Santo
                                                        (Foto: Edson Chagas/ A Gazeta)

A Prefeitura de Santa Leopoldina, na região Serrana do Espírito Santo, reduziu a carga horária de funcionários para diminuir os gastos do município. Desde a segunda-feira (19), o expediente termina ao meio dia. O turno de trabalho passou de 8 horas para 5.

Com a mudança, a prefeitura passa a abrir das 7 horas às 12h, de segunda a sexta-feira. Todas as repartições municipais adotaram o novo horário, exceto escolas, limpeza pública e do Núcleo de Atendimento ao Contribuinte.

Além da redução na cara horária, a prefeitura também realizou corte de comissionados após a queda na arrecadação. Ao todo, 25 servidores foram exonerados.

Segundo o secretário de Finanças, Leomar Lourett, a medida foi tomada para reduzir o peso da folha de pagamento, que hoje já consome 54,78% da receita corrente líquida. O limite máximo previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal é de 54%.

“A medida não irá prejudicar o funcionamento da prefeitura. Os funcionários terão que se esforçar mais para dar conta do recado” afirma o secretário.

Além de Santa  Leopoldina, outros municípios já haviam adotado expediente reduzido para conter gastos, como por exemplo, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Mimoso do Sul, Guaçuí, Vargem Alta, Castelo, Colatina, Viana e Vitória.

*Com colaboração de Raquel Lopes, do Jornal A Gazeta.