Prefeito de Mantenópolis reforma ponte, mas não poupa população de Santa Luzia: “vândalos” e “oportunistas”

0
132

 

Foi preciso que os moradores da Zona Rural de Santa Luzia queimassem a ponte para que o prefeito pudesse atendê-los e fazer a reforma da mesma, porém tiveram de ouvir que são “vândalos” e oportunistas.

Até uma arte chamando o povo de vândalos e oportunista foi feito por assessores do prefeito
Até uma arte chamando o povo de vândalos e oportunistas foi feito por assessores do prefeito de Mantenópolis -ES

Insatisfeitos com a atuação do Prefeito de Mantenópolis e com a ponte feita de madeira envelhecida e que podia causar um acidente a qualquer momento, ponte que liga a propriedade do ex-prefeito Branco a Placa, os moradores da zona rural de Santa Luzia cansaram de pedir providências ao executivo mantenopolitano e resolveram agir mostrando toda indignação.

Um ato que simboliza o desespero por parte do povo que teria de ser entendido com um pedido de socorro, porém, não foi assim que o mandatário prefeito de Mantenópolis entendeu e tendo de reconstruir a ponte porque senão ficava em maus lençóis diante da comunidade e da população fez, mas, soltou os cachorros chamando a população da zona rural de Santa Luzia que pediram providências de vândalos e oportunistas.

Na verdade a teimosia do prefeito em não querer fazer era claro, pois ele dizia que a ponte precisava apenas de reparo e que vinha suportando o trafego de veículos, se olhar no dicionário Aurélio o sinônimos de suportar é sofrer, tolerar, portanto a ponte estava tolerando o peso, porém os moradores pressentiam as madeiras envelhecidas e que podia acontecer o acidente.

Tudo isso desconsiderado pelo prefeito que condenou à cena  qualificando o ato de “vandalismo” provocado pela população, ao colocarem fogo na madeira da ponte. Na verdade os moradores já não estavam satisfeitos com a ponte e já haviam pedido anteriormente e o próprio prefeito acenou sendo categórico ao afirmar, que esta não é a primeira vez, que essa ponte é queimada. Jogando a culpa na politicagem o prefeito desabafou em um site comunitário.

“As vezes não entendemos até onde algumas pessoas são capazes de ir em busca de interesses próprios e na dimensão que são capazes de tornar um problema tão somente para desmerecer um ou outro, não medindo as consequências maléficas que, agindo dessa forma, PREJUDICAM a sociedade, o coletivo, as pessoas, o município”.

Mas se é mesmo politicagem ou vândalos e o prefeito tem a ciência do fato porque não procurou a Polícia Civil e fez a denúncia. As perguntas estão por toda parte e a população quer  as respostas: Quem são os vândalos e oportunistas que queimaram a ponte? Se foi politicagem quem são os políticos que estão liderando tal ação?

Na verdade, o prefeito Mauricio não satisfeito em ter de reconstruir uma nova ponte para o local abriu fogo e atirou para todos os lados deixando questionamentos em abertos se colocando como salvador da pátria.

“Podem contar comigo pra TUDO!!! Mas mais que apenas falar e apontar culpados, fica o questionamento e a SOLUÇÃO que é o mais importante” reafirmando  que as pessoas que protestaram são vândalos e oportunistas.

“Que Deus toque no coração destas pessoas, sejam vândalos ou ‘oportunistas’, e os façam ver que ações como esta (queimar uma ponte tão importante) não é a solução para qualquer tipo de problema ou de “segundas intenções”, afirmou Mauricio.

Fonte: Gazeta do Norte