Governo suspende aulas de escolas estaduais de Colatina e Baixo Guandu

0
97

Suspensão nas escolas municipais de Colatina já havia sido anunciada.  Motivo é a dificuldade no abastecimento de água nesses municípios. A interrupção será feita assim que a lama vinda do rompimento de barragens em Mariana, Minas Gerias, chegar na cidade, o que está previsto para a madrugada de segunda-feira (9).

Prefeitos se reuniram em Colatina, no Espírito Santo (Foto: Mayara Mello/ TV Gazeta)
Prefeitos se reuniram em Colatina, no Espírito Santo (Foto: Mayara Mello/ TV Gazeta)

Do G1 ES

Neste sábado (7), a Prefeitura de Colatina anunciou a suspensão devido à interrupção do abastecimento de água na região cortada pelo Rio Doce.

Segundo a prefeitura, a interrupção será feita assim que a lama vinda do rompimento de barragens em Mariana, Minas Gerias, chegar na cidade, o que está previsto para a madrugada de segunda-feira (9).

O consumo de água nos presídios também será reduzido, segundo o prefeito de Colatina, Leonardo Deptulski. “Nós vamos temporariamente suspender as aulas nesses dias e vamos monitorar o tempo que vamos ficar sem abastecimento”, afirmou o prefeito.

Deptuslki se reuniu com os prefeitos de Linhares e Baixo Guandu na tarde deste sábado (7) para discutir medidas que vão minimizar os impactos causados pela chegada da lama. Eles definiram algumas medidas e estratégias para a “onda de lama”, como a chegada dos rejeitos é chamada.