Família: Em busca das promessas e a vitória da terra prometida em Deus

0
229

Como eleitos de Deus temos pela graça divina o direito de experimentar o que Deus tem prometido. E podemos fazer isto por meio da oração, jejum, meditação na Palavra, culto a Deus… e mais, muito mais (menos dar dinheiro a quem cobra pela benção de Deus).

Pastor Lafayette Neto

images

1 Crônicas 4:38-40 “Estes, registrados por seus nomes, foram príncipes nas suas famílias; e as famílias de seus pais se multiplicaram abundantemente. Eles chegaram até à entrada de Gedor, ao oriente do vale, a buscar pasto para os seus rebanhos. E acharam pasto fértil e terra espaçosa, e quieta, e descansada; porque os de Cão haviam habitado ali antes.”

Às vezes, aquilo que precisamos está um pouco mais adiante de nós. Basta tomarmos o rumo certo e caminharmos um pouco mais. Pelo texto bíblico inferimos que os pastos estavam escassos e insuficientes. E havia a necessidade de buscar um lugar de pastagem para os rebanhos. Então, algumas famílias, não esperando passivamente a situação melhorar, buscaram um lugar que fosse melhor para elas. O nome de seus príncipes ficou registrado e também à afirmação de que estas famílias multiplicaram abundantemente (há muito sentido bom nesta expressão).

 Para uma tribo pastoril do mundo antigo, pasto fértil, terra espaçosa, quieta e descansada era tudo de bom. Na falta do “tudo de bom”, eles tiveram a atitude de levantar e explorar a terra que Deus lhes havia dado. Afinal, era a terra da promessa! Como eleitos de Deus temos pela graça divina o direito de experimentar o que Deus tem prometido. E podemos fazer isto por meio da oração, jejum, meditação na Palavra, culto a Deus… e mais, muito mais (menos dar dinheiro a quem cobra pela benção de Deus).

 Na busca para atender suas necessidades, a direção tomada por essas famílias foi o oriente do vale, o sol, a luz os orientou. Enquanto para alguns a luz da palavra de Deus cega o homem não o deixando ver racionalmente, para os que cremos, a palavra de Deus revelada é uma direção segura que nos levará ao pasto fértil, terra espaçosa, quieta e descansada, ou seja, ao “tudo de bom” e ao “melhor da vida”. Luz para o meu caminho é a tua palavra disse o salmista. Seguindo rumo ao oriente chegaram a Gedor (muralha), porta de entrada para o pasto fértil, terra espaçosa, quieta e descansada. E nossa porta de entrada para o campo de bênçãos é Jesus! “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens” (João 10:9). E mesmo diante das maiores muralhas, Deus tem nos dado uma porta aberta. E essa terra estava preparada porque dantes haviam habitado ali os descendentes de Cão. Mas não habitavam mais porque foram vencidos e continuaram sendo vencidos desde a conquista da terra por Josué. Este Josué cujo nome significa salvador é um tipo de Jesus no Velho Testamento.

 A vitória já está dada e Deus tem preparado um terreno fértil, espaçoso, quieto e descansado para as famílias de fé. Deus por Jesus quer nos abençoar, aumentar nossos espaços e conquistas, nos dando quietude e descanso e nos multiplicar abundantemente (existe muito sentido bom nesta expressão). Embora, hoje sejam apontados muitos “nortes” (rumos para a família), existe um só “oriente”… Oriente-se pela Palavra de Deus. Palavra que o levará a Jesus, à salvação e ao “tudo de bom”. Amém?!