Defesa Civil de Minas Gerais alerta que pode acontecer deslizamentos em Mantena

0
209

Chuva pode causar deslizamentos e inundação em 20 cidades mineiras nos próximos dias. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (CEDEC/MG) emitiu alerta na tarde desta quarta-feira. As cidades ficam nas regiões do Rio Doce e Central do estado.

Estado de Minas/João Henrique do Vale

Embora exista um monitoramento  mostrando que as águas estão abaixando, existe um alerta da Defesa Civil de Minas Gerais para o montante de chuvas que ainda estão para cair em Mantena
Embora exista um monitoramento mostrando que as águas estão abaixando em Mantena, a  Defesa Civil de Minas Gerais  alertou  para  o montante de chuvas que ainda estão para cair

As constantes chuvas que atingem os municípios mineiros e leva preocupação para os moradores, deve continuar nos próximos dias. Por causa disso, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (CEDEC/MG) emitiu um alerta para cidades de diferentes regiões do Estado para o risco de deslizamento de terras e inundação. De sábado até esta quarta-feira, 18 comunidades já tiveram um acumulado superior a 100 milímetros. Destas, seis tiveram volume superior a 200 mm, o que inclui Belo Horizonte.

Com as precipitações previstas para o restante da semana, há o risco de deslizamento de terra em Belo Oriente, Dom Cavati, Dom Joaquim, Engenheiro Caldas, Fernandes Tourinho, Frei Inocêncio, Governador Valadares, Iapu, Itanhomi, Mantena, Materlândia, Naque, Nova Belém, Periquito, Resplendor, Sabinópolis, e Sardoá, na Região do Rio Doce. Na Região Central, o aviso vale para Morro do Pilar, Santo Antônio do Itambé.

Rio Doce transborda e deixa moradores em alerta em Governador Valadares
Os municípios com risco de inundação são em Coroaci, Dom Cavati, Itanhomi, e Mutum, na Região do Rio Doce. Os eventos podem acontecer por causa do grande volume de chuva que é esperado para os próximos quatro dias. O acumulado pode chegar a 100 milímetros em algumas regiões. “Estamos com a atuação da famosa zona de convergência do atlântico Sul. Ela está deslocando para o Rio Doce e Norte de Minas”, explica o meteorologista Luiz Ladeia, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A sequência de chuva em Minas Gerais já dura vários dias. Desde sábado, cidades tiveram acumulado grande de chuva. O município onde mais teve precipitações foi Florestal, que atingiu o total de 255 milímetros. Em seguida, vem Ibirité, com 232 mm, Belo Horizonte, com 223 mm, Timóteo, com 221 mm, Pirapora, com 202mm, Uberlândia, com 200mm, Governador Valadares, com 187mm, e Araxá, com 186mm.

Na capital mineira, as chuvas sequenciais devem dar uma trégua. “O deslocamento da zona de convergência vai diminuir a chuva do dia inteiro em BH. Serão chuvas espaçadas com pancadas no período da tarde. O céu deve continuar nublado durante todo o dia. Não significa que as precipitações vão embora de vez, mas o deslocamento muda um pouco a situação”, afirma Luiz Ladeia.

A Defesa Civil Estadual alerta os moradores para que procurem com antecipadamente a Defesa Civil de seu município e observem os sinais de perigo. Sob qualquer ameaça, os órgãos de segurança devem ser acionados.