O povo quer saber? Existe monopólio? A Rádio SIM FM, agora Nova FM foi comprada por qual valor e foi adquirida em nome de quem?

0
211

Embora não tenha sido divulgado qualquer acompanhamento  feito  pelo Ministério Público da Comarca de Mantena, a compra da Rádio SIM FM pelo Grupo Faustino  foi uma das maiores negociações feitas  no Município e não foi investigada e ninguém sabe o  real valor em que foi feita a transação  que também  pode ter consolidado  o monopólio de rádios para o Grupo.  O  povo quer saber? Qual o verdadeiro valor do negócio e  em nome de quem a Rádio Sim foi comprada?  As três rádios, Líder FM, Cidade FM e Nova FM  estão funcionando em um mesmo local?

Compra da Rádio SIM FM sendo fechada pelo Grupo Faustino
Compra da Rádio SIM FM sendo fechada pelo Grupo Faustino

O Jornalismo Mantena Online, que  vem sendo atacado e  insultado no programa do misto de radialista e empresário,  desde quando passou a veicular as matérias divulgando sobre as quatro rádios que existem em Mantena, na tentativa de calar nossa voz,  já mostrou   detalhes  do comando do Grupo Faustino sobre a Rádio Líder  FM,  Rádio Cidade FM e agora  estamos evidenciando  a aquisição Rádio Nova FM,  e  um  dos dados  de evidências  que  mostra a real situação e do momento atípico  é a localização das três rádios, todas no mesmo prédio,   não será este um indicio  para uma maior investigação sobre o monopólio das rádios em Mantena? O povo quer saber?

De acordo com a justiça “não pode haver monopólio em qualquer segmento”, pois, o  direito econômico-financeiro não permite. Se comprovado o monopólio em Mantena, o Ministério Público da Comarca  como representante do consumidor, pode investigar e  ingressar com ação judicial contra os responsáveis. Outra situação seria uma denúncia  direta ao Ministério Público Federal, pois,  a concessão de rádios é feita através da União, para que seja tomada as devidas  providências impedindo assim  o monopólio aparentemente existente.

VIOLAÇÃO DA VIDA PRIVADA

Além do possível monopólio que vem sendo praticado em Mantena, o misto de radialista e empresário vem usando as Rádios do Grupo  para atacar a vida pessoal das pessoas  violando assim a constituição de 1988 que garante, em seu art. 5°, inciso X, a inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e da imagem dos indivíduos que vivem no Brasil. A violação desse direito pode acarretar em indenização pelo dano moral “Infelizmente estamos tendo de conviver com palavras de baixo calão, ofensas morais, mentiras, fofocas infundadas,  jogo politico e critícas, tudo isso sem que os cidadãos tenham direito de respostas, pois , é grande a dificuldade de se conseguir cópia do que foi falado,  entendo que a situação chegou ao máximo e quero clamar aqui para que as autoridades judiciarias de Mantena possam certificar do que vem acontecendo e tome as providências necessárias, embora o empresário esteja omitindo os nomes para não ser processado  e fala em “off” , quem for ofendido pode gravar o que vem sendo falado e levar três testemunhas no fórum  que  sabem que as falas são de ataques pessoais a determinada pessoa e denúncia-lo, Mantena não pode continuar aceitando estes fatos”, disse um advogado que acompanha  o que vem acontecendo em Mantena.