Cardiologista e filho são executados por pistoleiros em Mutum

0
133

Crime foi no fim da manhã, em Santa Rita, distrito da cidade. Médico é de Governador Valadares. Namorada do filho foi atingida por tiros na perna e não corre risco de morrer.

O cardiologista Fernando Cruz Dias e o filho, Fernando Henrique Ribeiro Cruz, de 23 anos, foram executados a tiros
O cardiologista Fernando Cruz Dias e o filho, Fernando Henrique Ribeiro Cruz, de 23 anos, foram executados a tiros
 Estado de Minas
O cardiologista Fernando Cruz Dias e o filho, Fernando Henrique Ribeiro Cruz, de 23 anos, foram executados a tiros no fim da manhã deste sábado em Mutum, no Vale do Rio Doce, a 412 quilômetros da capital. A namorada do rapaz, Isabela Rodrigues, foi atingida na perna. Levada para o hospital da cidade, ela não corre risco de morrer. O duplo homicídio ocorreu na área rural do município, no distrito de Santa Rita.

De acordo com as primeiras informações do cabo Jean Marques, do Centro de Operações da Polícia Militar de Mutum, o crime ocorreu por volta das 11h. “Dois homens em uma moto passaram pelo carro do médico, retornaram e perguntaram se era o doutor Fernando. Ao confirmarem, sacaram as armas e atiraram várias vezes”, explicou o militar.

O médico estava parado na fazenda de um conhecido, do lado de fora de seu veículo. Seu filho e a namorada estavam no interior do carro. Pai e filho morreram no local e a jovem foi socorrida por pessoas que estavam na fazenda. O cardiologista era de Governador Valadares e, de acordo com as primeiras informações, tem propriedade rural em Mutum. A polícia suspeita de crime de mando.