Polícia Militar recupera produtos furtados e prende vizinho receptador no Bairro Alvorada em Mantena

0
99

Na noite deste  domingo, (22/05), por volta das 21 horas,    a Polícia Militar de Mantena recebeu a denúncia de que a casa do conhecido Zezinho da Verdura, no Bairro Alvorada, havia sido assaltada e alguns pertences haviam sido levados pelo gatuno.

O vizinho conhecido pelo nome de G.L.S. foi o receptador dos furtos
 O vizinho G.L.S. (d),  foi acusado de ser o receptador dos furtos

A denúncia que chegou  pelo telefone 190, foi de que o proprietário da residência furtada, o conhecido Zezinho da Verdura,  havia saído com a família para ir à igreja deixando a janela do quarto da filha aberta, e que  havia sido furtados 01 TV 32 polegadas, 01 TV 55 polegadas, Aparelho Sky, 02 notebooks, relógio, R$ 700 reais em dinheiro e chegue no valor de R$ 4 mil reais.

Logo após o furto, a PM agiu realizando diligências e depois de rastreamentos conseguiu obter êxito nesta segunda feira, (23/05), na prisão do receptador e na recuperação da maioria dos itens furtados.

Depois de vestígios e com  as pistas apresentadas pela própria vítima,  as suspeitas recaíram sobre o vizinho conhecido pelo nome de G.L.S.. Outra pessoa  foi vista pela vítima  frequentando a casa de G e também foi apontado como suspeita  de estar envolvido no fato.

Zezinho da Verdura ficou feliz pela atuação da PM que recuperou praticamente todos os pertences que haviam sido furtados em sua residência
Zezinho da Verdura ficou feliz pela atuação da PM que recuperou praticamente todos os pertences que haviam sido furtados em sua residência

A Polícia Militar então foi até a casa de G que inicialmente franqueou a entrada  para os  policiais apenas no quintal de sua residência e negou a entrada no interior da casa exigindo o mandado judicial. Foi determinado pelo comandante da diligência, Tenente PM Valtair, que a equipe providenciasse o mandato judicial, contudo, após a chegada ao local do Comandante da 159ª Cia,. PM, Capitão Lindomar,   e conversar com o suspeito,  ele resolveu autorizar a revista na sua residência.

Questionados sobre o material encontrado em sua residência, G,  continuou negando a autoria do furto e alegou que uma terceira pessoa teria praticado o furto e guardado os materiais na sua residência, contudo não apontou nome desse outro suspeito.

Depois  que  todas as providências foram tomadas contra o gatuno receptador,  G.L.S ,   foi  levado e entregue ao Delegado da Polícia Civil para que fosse  autuado em flagrante e depois recolhido na Penitenciária  da Comarca. Depois de comprovado pela PM,  através  de notas fiscais, de que os objetos pertenciam de fato à vitima, os  objetos  recuperados foram  devolvidos ao proprietário.