PM apreende meio quilo de maconha, mas, traficante foge no Bairro Santos Prates II em Mantena

0
114

Durante operação policial em cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar pela Polícia Militar na atribuição constitucional de manutenção da ordem pública realizada na manhã desta terça feira, (14/06), no Bairro Santos Prates II, foi apreendido um tablete contendo meio quilo de maconha, mas, não foi possível a prisão do traficante porque o infrator evadiu do local e não foi capturado, a droga foi encontrada enterrada durante verificação no quintal da residência.

Fonte/fotos: Assessoria de Imprensa PM/Mantena

Além dos dois quilos de maconha enterrados no quintal a PM apreendeu dois celulares
Além de meio quilo  de maconha enterrados no quintal a PM apreendeu dois celulares que será investigado

O autor W.F.J. de 19 anos responde e está sendo investigado em dois homicídios ocorridos na cidade de Mantena em 2016.  Fato ocorrido no dia 14 de junho de 2016, por volta das 9h, na Avenida F na cidade de Mantena – MG

Na data de 14 de junho de 2016, a Polícia Militar em Mantena recebeu a denúncia a respeito de um indivíduo o qual teria recebido um certa quantia de drogas e que essa seria comercializada parte no local e outra distribuída para “bocas de fumo” gerenciadas pelo mesmo denunciado.

Considerando que o indivíduo denunciado estaria envolvido em dois homicídios registrados pela Policia Militar neste no de 2016, o Capitão Lindomar, comandante da 159ª Cia foi ao local para a averiguação da denúncia sendo que, ao posicionar uma das viaturas na proximidade da residência, sua equipe conseguiu visualizar o autor enterrando algo no quintal da residência. Na abordagem do local, o autor percebeu a ação policial e conseguiu evadir do local, pulando por muros vizinhos, não sendo possível à outra equipe identificar o itinerário utilizado pelo autor.
No local observado as equipes encontraram um tablete de maconha com o peso de aproximadamente meio quilo. Também foram recolhidos dois aparelhos celulares deixados no local, os quais, possivelmente, podem trazer informações importantes para o trabalho da Polícia Judiciária, tanto na apuração do tráfico de drogas flagrado quanto nos demais processos pelos quais o autor responde.
Todo o material apreendido foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil para as devidas providências.

Fonte: SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DO SEXTO BATALHÃO