Justiça confirma eleição da mesa da Câmara Municipal e oposição colhe mais uma derrota em Mantena

0
126

A matéria foi tema de reunião da Câmara Municipal de Mantena, quando em plenário foi confirmada mais uma derrota da oposição. Mais uma derrota do vereador Branca de Neve que havia solicitado anulação das eleições através de um pedido de mandato de segurança acatado pela Juíza de Direito Juliana Alcova Nogueira, mas, que caiu em segunda instância.

Marcelinho do Lico "Eu bato no peito agora relatando a nossa vitória na fé de Deus e junto ao povo”
Marcelinho do Lico “Eu bato no peito agora relatando a nossa vitória na fé de Deus e junto ao povo”

A oposição chegou a comemorar  a anulação  da eleição da atual mesa diretora da Câmara Municipal de Mantena e se preparou para  uma nova eleição  no prazo de 15 dias, mas, teve os planos frustrados  e foi derrotada mais uma vez.   

O Mandato de Segurança foi idealizado pelo ainda vereador Rodrigo Curty Caetano, que depois disso pediu sua saída do legislativo,  e  foi impetrado pelo vereador  Branca de Neve, no dia 07 de abril de 2015, pleiteando o cancelamento da eleição da mesa Diretora da Câmara, uma vez que segundo eles, a chapa que disputou e foi eleita, não poderia ser composta por vereadores de um mesmo partido político.

“Mesmo com a grande competência  dos advogados da oposição”, registrados dessa forma  com  ênfase e  destaque de seus  nomes  pela mídia opositora, que trazia ainda na mesma  matéria a informação de  que “Mantena viverá um momento histórico, onde um novo Presidente da Câmara será empossado, assim como um novo vice-presidente, secretário e demais componentes” ,  parece que nada disso aconteceu e tudo desmoronou, sendo que  a verdade  prevaleceu, a politicagem foi banida e  justiça confirmou que  a mesa diretora da Câmara Municipal de Mantena continuará a mesma.

Na Tribuna, o  Vereador Marcelinho do Lico  falou sobre mais uma vitória politica sobre a oposição em Mantena “Quero agradecer a Deus pela nossa vitória política, de novo nós, o Antônio Inácio, Maria do Moreno,  João Correia e Marcelo do Lico, os simples, os humildes, fomos confirmados mais uma vez como a mesa diretora, quando chegaram a anunciar que o Presidente não poderia assinar nem mesmo um documento que ele iria pagar 5 mil reais por dia, ele assinou e vai continuar assinando, porque com a permissão de Deus você será o Presidente até vencer o seu mandato, é uma vitória,  quando um vereador da oposição bateu no peito e falou “eu tirei você da mesa diretora” e eu respondi a ele que era só Deus quem sabia, e tai ai , a justiça foi feita mais uma vez, mais  uma vitória não só do vereador Marcelo do Lico, mas dos vereadores  que estão conosco, do povo que acompanha nosso trabalho,  são tantas vitórias,  e se o vereador bateu no peito naquele dia, eu bato no peito agora relatando a nossa vitória na fé de Deus e junto ao povo”, finalizando.