APAE realiza a abertura oficial da Semana Nacional da Pessoa com deficiência intelectual e múltipla em Mantena

0
220

A data é comemorada no Brasil tradicionalmente no período de 21 a 28 de agosto quando é comemorado a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. É uma ação voltada para a defesa de direitos da pessoa com deficiência, bem como para conquista de novos espaços de inclusão.

j

Com a presença de autoridades como a do  Comandante do 159ª Cia. PM de Mantena,  Lindomar Batista de Oliveira, Subtenente Wender Ferreira da Silva, Secretária Municipal de Assistência Social de Mantena,  Maria José M. Carvalho, Secretária Municipal de Educação de São João do Manteninha, Cireni Ribeiro de Amorim,  representante da Maçonaria, Manoel Marques dos Santos, ex-prefeito de Mantena, Vicente de Paula Marinho, parceiro da APAE,  Sr. Anibal José Rosa, Presidente da APAE de Mantena, Ronildo Silva Sobrinho, Diretora da Escola APAE, Renildes de Oliveira Alvim Mattedi,  instalada a mesa a cerimônia teve sequencia com  Hino Nacional Brasileiro.

RO2_8177

Em seu discurso, o Presidente da APAE de Mantena, Ronildo Silva Sobrinho, o conhecido  Rony do Supermercado União,  ressaltou  a importância e a sua alegria na comemoração da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla “É uma semana dedicada à reflexão sobre os direitos e o cumprimento dos direitos da Pessoa com deficiência, mas acima da reflexão, esta semana é a semana onde as ações em favor da pessoa com deficiência devem aparecer”.

Presidente da APAE de Mantena, Ronildo Silva Sobrinho
Presidente da APAE de Mantena, Ronildo Silva Sobrinho

Lembrou que este compromisso tem sido assumido pela APAE de Mantena nestes 21 anos de existência através de 03 serviços articulados: A Saúde, a Educação e a Assistência Social “E importante lembrar que a APAE se destina especificamente às pessoas com deficiência intelectual e múltipla, pessoas que no passado ficavam à margem fora da escola e sem qualquer atendimento especializado. Foi neste contexto que nasce a APAE, para dar oportunidade de inclusão a estas pessoas”.

Ronildo Silva lembrou que inicialmente a APAE começou com a educação infantil, o Ensino Fundamental e a Educação de Jovens e Adultos, criando mais tarde a educação para o trabalho através da inserção de alguns alunos no mercado de trabalho e na fábrica de picolés.  Que  depois de consolidado o serviço de Educação na APAE foi preciso dar mais um passo: o atendimento em Saúde, realizado através do CER – CENTRO ESPECIALIZADO DE REABILITAÇÃO, uma conquista inédita para uma cidade do porte de Mantena “No CER atendemos a 08 municípios da microrregião: Central de Minas, Divino das Laranjeiras, Itabirinha, Mantena, Mendes Pimentel, Nova Belém, São Felix de Mias e São João do Manteninha. Conseguimos oferecer atendimentos que antes só eram realizados em Governador Valadares o que tornava o tratamento das pessoas com deficiência caro e penoso para as famílias.  A APAE de Mantena atende aos pacientes com Neurologia, Psiquiatria, Ortopedia, Psicologia, Fisioterapeutas,  nutricionistas e terapia ocupacional, além de garantir o acesso a órteses e próteses que tanto auxiliam na reabilitação das pessoas com deficiência” relatou.

“Para completar o ciclo de serviços da APAE, existe o serviço de Assistência Social que se iniciou com a criação da unidade de Acolhimento da “Casa Lar” em 2005, parceria com a SEDESE, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. A Casa Lar acolhe hoje 09 pessoas com deficiência intelectual sem referência familiar”, detalhou.

O Presidente da APAE ainda lembrou que neste ano de 2016  foi ampliado o serviço de Assistência Social, do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, da Escola de Pais e Auto defensores, serviços estes que visam garantir a defesa dos direitos da pessoa com deficiência, combater o abandono, apoiar e orientas às famílias”.

Ronildo Silva finalizou com um pedido especial “O Tema desta semana nos relembra esta responsabilidade: O futuro se faz com a conscientização das diferenças”, e só através da conscientização e do respeito às diferenças é que será possível construir uma sociedade solidária onde todos tenham espaço e oportunidades iguais. ”Para isso contamos com todos vocês para que abracem conosco esta causa”, agradecendo.

Diversas apresentações  abrilhantaram a cerimônia

Os alunos Robson e Jaqueline  com a música – Sou igualzinho a vocês – Elias Wagner,  apresentaram uma coreografia.

 Carinhosamente as mães de usuários da Clínica fizeram uma apresentação ao som da música – Quando agente ama- Oswaldo Montenegro.

Um grupo de alunos da APAE apresentaram as músicas: Hino do Excepcional e Pra ser feliz – Cantor Daniel

A enfermeira Aryane Fernandes Cantarino e a fonoaudióloga Izadora Marins Gomes, fizeram um breve relato sobre o “Projeto Alcançado Sonhos” e a entrega de uma foto a uma mãe representando a todas.

Veja as fotos com Exclusividade Mantena Online:

Fotos: Ramon Gava