Clima de Terror: Execução à luz do dia assusta moradores de Cuparaque – MG

0
345

O assassinato de Alessandro Procópio, 36, que morreu executado a  tiros, foi efetuado dentro de um bar e em plena luz do dia, assustando aos moradores. Este é o quarto assassinato dentro de um mês na região.  

Após um mês marcado por três assassinatos na região, uma execução que ocorreu no início da tarde desta sexta-feira, (09/12), em plena luz do dia na cidade de Cuparaque, Leste de Minas, voltou a assustar a população da região, que tem vivenciado nos últimos tempos, um quadro de criminalidade pública alarmante e que começa a preocupar até mesmo as autoridades.

De acordo com informações da Polícia Militar, o assassinato de Alessandro Procópio, 36, que morreu ao ser atingido por diversos tiros, foi efetuado dentro de um bar por dois indivíduos que estavam de moto e que dispararam quando a vítima estava jogando sinuca. Recentemente a vítima esteve presa acusado de tráfico de drogas e estava em liberdade, já tinha várias passagens policiais desde a adolescência, o que aponta que o crime possa ser um acerto de contas, entre bandidos rivais ou dívida de tráfico.

Policiais militares iniciaram as buscas pela região. Na hora do crime os dois assassinos usavam capacetes e   estavam em uma Moto Titan Sport de cor preta, temerosos, os moradores evitam relatar à imprensa qualquer fato sobre o crime. Qualquer informação sobre o assassinato que possam levar aos autores,  as autoridades pedem que   a população denuncie através do número  190  garantindo que o  seu nome será mantido em sigilo absoluto.

Veja mais

http://mantenaonline.com.br/homem-e-morto-com-quatro-tiros-dentro-de-bar-em-mantena/

http://mantenaonline.com.br/ex-vereador-raul-duarte-e-assassinado-com-seis-tiros-em-mantenopolis-es/

Clima de terror

Os atos de violência praticados no último mês, com quatro crimes, sendo dois em vias públicas (Mantena/Cuparaque) e outros dois em estradas da região (Mantenópolis/São João do Manteninha), têm levado grande preocupação às autoridades e população de uma forma em geral.   Três dos assassinatos foram execução, de Raul Duarte Pereira, Abel Moura da Silva e agora Alessandro Procópio, a morte do taxista  Osd Camargo (Cidê)  foi a facadas, todos eles crimes assustadores evidenciando  a banalização da vida por parte de bandidos.  

Veja mais

http://mantenaonline.com.br/policia-prende-casal-suspeito-de-assassinar-o-taxista-osd-camargo-durante-corrida/