Central de Minas chora a morte de “Preto Barbeiro”, lenda na história da cidade

0
141

Aristino Ezequiel de Andrade, o conhecido Preto Barbeiro, ia completar 78 anos,  cumpria  uma agenda  de hemodiálise  em Governador Valadares quando  sofreu uma parada cardíaca no leito de tratamento.

Preto Barbeiro, lenda viva da cidade de Central de Minas.

Menino simples, Aristino Ezequiel de Andrade, conhecido  mais tarde como Preto Barbeiro  veio da roça para Central de Minas aos 15 anos de idade,  veio especificamente para aprender   o ofício de barbeiro, mas, não sabia que ia escrever o seu nome na história do Município como o maior e melhor  barbeiro da cidade tendo feito milhares de  amizades ao longo de sua carreira na comunidade.

Seu salão sempre foi frequentado pela elite de Central de Minas e principalmente pelos desportistas, ali se comentava a jogada de domingo e os craques que já passaram jogando pelas  equipes do  União, Nacional, Juventus  e outras de Central de Minas. Ali se falava de política e dos candidatos, das festas que aconteciam na cidade,  foi o point da notícia e dos encontros por muitos  e  muitos anos, como se ali batesse o  coração da cidade…   

Em determinado momento de sua vida  Preto começou outra ação que surpreendeu os centralenses, ele passou a cultivar plantas e árvores de todas as espécies,  tomou a decisão de plantar mudas de árvores frutífera  pela beira das estradas, hoje, muita dessas arvores  alimentam  as pessoas  que passam pelo local  possibilitando ainda  uma visão  mais linda,  com  cheiro do verde para quem  está chegando  ao Município.  Preto Barbeiro ainda participou  na criação do Lions Clube de Central de Minas,  quando se dedicava com muito amor às causas sociais na direção daquela  entidade.

Ele  conhecia a história de Central de Minas, sabia quem era quem, quem era filho de quem, com seu carisma e trabalho conquistou  todo o  povo, pai exemplar e cidadão fora do comum já  deixa saudades e o povo chora a morte de Preto Barbeiro, lenda viva da história   de Central de Minas.

Velório: Igreja da Renovação, Rua Coimbra ao lado do Super Mercado União.

Sepultamento: Sexta-Feira, (06/01), às 8:30…8:00 horas, culto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui