Jovem hippie é notificado para sair do local aonde trabalha há 5 anos e família que apoiou prefeito e foi esquecida ameaça ir embora em Mantena

0
132

O jovem Faulemar  Buzkalonge é filho do conhecido Bigode, ex-candidato a vereador , ele   foi abordado e notificado pela Prefeitura Municipal requerendo  que mudasse o  seu local de trabalho  sendo indicado que fosse  para frente da Igreja Católica sendo motivo de revolta por parte do jovem e de sua  família com cobranças ao Prefeito João Rufino.  

Faulemar BuzKalonge trabalha neste local há 5 anos no centro da cidade 

Duas situações ficaram marcadas pelas Redes Sociais neste fim de semana, a primeira a situação do jovem que reclamou com veemência  que   foi retirado do local aonde trabalha,  com cobrança de taxa pela fiscalização municipal,   a  outra foi  a constatação de que quem fizer   política com promessa de emprego será cobrado mais cedo ou mais tarde.

Faulemar  Buzkalonge abriu o verbo pelas Redes Sociais reclamando que ele segue o acordo do Estatuto do artesão que evidencia o direito de expor em Praça Pública  “Não o faço em dias semanais pelo fato de não existir espaço algum destinado a arte do qual eu possa vir a usar… por que o fluxo de pessoas se dá nas laterais e não na porta da igreja católica pra onde eles querem  levar a todos”, relatou.

Veja mais 

http://mantenaonline.com.br/jovem-de-talento-e-habilidade-e-considerado-o-primeiro-hippie-da-historia-de-mantena/

Lembrou que a Prefeitura Municipal retirou também um amigo deficiente e cadeirante o  proibindo de trabalhar perto dos taxistas. O ato em si deixou toda família de Faulemar abalada “ Mas papai ia entrar de pau nos  fiscais, mas  fiz  sinal pra ele  que  passou direto.                    Ele não gostou nada disso. Minha família  tá até pensando em ir embora. Estão  querendo proibir que se trabalhe onde trabalho a quase 5 anos, então estamos quase indo embora da cidade pra nunca mais voltar. Porque eu vejo que os valores estão invertidos e talvez a próxima geração lute pelos seus direitos. Porque a nossa está fadada ao descaso de leis que favorecem aos bandidos e menosprezam os trabalhadores honestos. Agradeço a Deus e aos meus pais porque me formaram um homem incorruptível que mesmo debaixo de uma crise existencial e financeira ainda luta honestamente pelo seu pão” finalizando.

Bastou as primeiras decisões que envolvesse o povo e que teve de tomar decisões que afetassem algumas pessoas que fazem do comércio livre no centro da cidade sua fonte de vida para o Governo João Rufino começar a receber criticas até mesmo de pessoas que estiveram junto no palanque e que estão se sentindo menosprezado pela nova administração.

É o caso do irmão de Faulemar BuzKalonge, Adolfo Fagner Lazarino de Andrade ao ficar sabendo da retirada do irmão do local aonde trabalha,  em frente ao Bazar Renê no centro da cidade que relembrou “Este prefeito deveria honrar quem esteve com ele no palanque…Eu e meu pai demos acara pra bater na campanha e estamos ai até hoje desempregadose ele ainda persegue meu irmão através dos fiscais, Parabéns prefeitos “ ironizou.

“A prova tá ai…agora persegue filho de ex-candidato dele…  Acho que deveria honrar ao prometido a nossa família antes da campanha. Se arrependimento mata-se eu estaria morto” finalizando.

Um peso, duas medidas ?

Em outro ponto da cidade surgiu também pelas Redes Sociais a denúncia  com fotos  em flagrante de que a loja do Barreto  Material de  Construção não retirou toda mercadoria das calçadas como foi exigido para todo comércio de Mantena  e ainda tem usado e interditado quase que diariamente  a rua da pracinha ao lado para carga e descarga da loja.