Rádio 13 de Junho também se cala no esporte e não transmite a Taça Cidade Mantena 2017

0
12

O Programa  Boca no Trombone já não existe mais. Não teve jeito, segundo informações a direção da Rádio 13 de Junho, pertencente  ao Grupo Faustino, alegando falta de patrocínio  não abonou a  entrada da equipe dirigida pelo narrador dez  do rádio, Marcelo Santos,  mostrar ao vivo,   os jogos do Estádio Municipal Rafael de Carvalho onde rola a bola para a  Taça Cidade Mantena 2017.

No primeiro instante pensamos  no Poder Publico Municipal com o Executivo   como a solução para bancar as transmissões esportivas da Taça Cidade Mantena 2017. Quem poderia  correr atrás e apoiar  às transmissões seria a Secretaria Municipal de Esportes, porém, existe informações que  membros do governo foram procurados e não mostraram interesse quando ficaram sabendo que haveria um custo.

Na Câmara Municipal de Mantena o movimento pode ser outro. A Casa   tem licitada  a Rádio 13 de Junho que foi  contratada no valor  de R$ 64.200 como  empresa especializada em Radiodifusão FM, para serviços de Publicidade de atos administrativos, programas, serviços, campanhas dos órgãos públicos, transmissão  de atos públicos, visita de autoridades, transmissões de reuniões e outros eventos oficiais, incluindo o material publicitário, para atender as necessidades da Câmara Municipal de Mantena.

O  advogado  requisitado pelo Jornalismo Mantena Online, para  responder se o contrato fechado entre a  Câmara Municipal e a Rádio 13 de Junho   dá condições aos vereadores de solicitarem  o serviço  de transmissão  dos jogos da  Taça Cidade Mantena 2017, ele foi enfático:

 “Claro que dá, existe vereadores ali votados pelo esporte, que tem necessidade de atender a população do esporte e a transmissão da Rádio  iria somente  valorizar o evento considerado cultural e de tradição em Mantena, para isso eles tem de sentar e decidir um caminho”, disse sem entrar em delongas.

Os três vereadores citados são o Presidente da Casa, Robério do Sindicato, o Vice-Presidente  Sargento Ricardo e o vereador campeão de votos Marcelinho do Lico.

Outra opção que sempre aconteceu  era a participação dos comerciantes e das empresas  que trabalham  no Município, porém,  com a competição da Taça permitindo  contratar boleiros, os presidentes das equipes,  que também não trabalham com renda , saem  em busca de recursos para trazer suas atrações tendo a ajuda de empresários  e da população.  De uma forma em geral, com tanta patrocinação  o comércio sente o peso financeiro, mesmo assim, aqui e ali, com ajuda de um e do outro, conseguem colocar seus times em campo e esperam resultados, apoio,  as transmissões do futebol  com certeza dá mais alento à competição, nosso povo já carente no futebol  merece ouvir outra vez o grito de gol  ecoando  do Estádio Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui