“Quero dar voz para as mulheres”, diz a eleita Miss Brasil 2017

0
94
A Miss Piauí, Monalysa Alcântara, de 18 anos, vai representar o país no Miss Universo, em novembro
por Estado de Minas
Conheça a Miss Brasil 2017
  • A estudante de administração Monalysa Alcântara, de 18 anos, é a nova Miss Brasil. A jovem do Piauí foi a escolhida entre as representantes dos 27 estados na noite de sábado na 62ª edição do concurso, realizado em Ilhabela (SP). “Quero dar voz para as mulheres e não vou aceitar ver nenhuma delas dizendo que não é capaz. Me chamavam de feia e hoje eu represento a beleza brasileira”, disse a jovem, que recebeu a faixa de Raíssa Santana, eleita no ano passado.
  • A novidade do concurso foi o voto aberto dos cinco jurados, que escolheram a representante do Nordeste.  A estudante de gestão financeira, Juliana Mueller, de 25 anos, ficou em segundo lugar, representando o Rio Grande do Sul. A Miss Espírito Santo, a estudante de  engenharia de produção Stephany Pim, de 23 anos, completou o Top 3 deste ano.
  • Monalysa Alcantâra diz ser voltada para a valorização da mulher.  “Tenho uma ligação forte com temas que envolvem o poder feminino. Por ser uma mulher negra, passei por situações preconceituosas que me fizeram amadurecer e superar as dificuldades com determinação”, diz a jovem, que é a terceira mulher negra a receber a coroa no Brasil. Ela também participa de um grupo voltado para mulheres que pretendem assumir os cabelos crespos e cacheados.
  • A universitária sonhava em ser cantora. Para se divertir, ela gosta de estar com a família e amigos, e também viajar para locais com belezas naturais, como cachoeiras e praias. Em novembro, Monalysa vai representar o Brasil no Miss Universo.
  • Em uma das etapas da seleção realizada ontem, Monalysa foi questionada pela diretora criativa da Ellus, Adriana Bozon, sobre como pretendia se destacar das demais candidatas a Miss Universo se fosse escolhida a representante brasileira. “Eu tenho uma super estratégia: ser eu mesma. Eu, Monalysa Alcântara, nordestina, que passei por muita coisa, por muitas dores. E foi isso que me fez ser a mulher que sou hoje” respondeu. “É ser eu mesma. Não tem segredo”, finalizou, sorrindo.