Homem é morto a tiros e jogado de uma pedreira de 25 metros

0
80

A vítima, identificada como Hercules dos Santos Rodrigues, 20, foi retirada à força de dentro de ônibus para ser morto

Glacieri Carraretto/Gazeta Online

O passageiro de um ônibus foi executado a tiros e depois jogado da altura de 25 metros de uma pedreira, por volta das 12 horas desta quinta-feira (7), no bairro Aparecida, em Cariacica. O passageiro, identificado como Hercules dos Santos Rodrigues, 20 anos, foi retirado à força de dentro de um coletivo para ser morto.

Corpo é encontrado em lagoa do bairro Aparecida, em Cariacica
Corpo é encontrado em lagoa do bairro Aparecida, em Cariacica
Foto: Carlos Alberto Silva

Segundo informações da Polícia Militar, Hércules e a namorada seguiam para a praia, na expectativa de aproveitarem o feriado, quando um bando, formado por pelo menos seis pessoas, entrou no coletivo, na Avenida Principal.

Os bandidos fizeram Hércules refém e o levaram até o alto de uma pedreira, localizada a cerca de 100 metros de onde ele foi retirado do ônibus.

Hércules foi alvo de cinco disparos, sendo um no pescoço, outro no peito, perna esquerda, na coxa direita e outro na virilha. Depois dos tiros, o corpo da vítima foi arremessado da pedreira, a uma altura de 25 metros aproximadamente, caindo na lagoa que se formou embaixo do paredão de pedra.

Resgate

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para retirar o corpo de dentro da água. Na margem, peritos e investigadores tentavam coletar informações.

Nenhum familiar esteve no local, pois o rapaz era morador da Serra.

O corpo foi levado para o Departamento Médico Legal (DML), em Vitória. Ao final do dia, parentes foram ao DML para realizar os trâmites de liberação do corpo, mas não quiseram dar entrevista.

De acordo com a polícia, Hércules teve passagens pela polícia quando menor de idade, por roubo e, quando adulto, por tráfico de drogas. Ele saiu da penitenciária em agosto de 2016 por meio de alvará.

Ainda não há informações sobre a motivação do crime. O caso será encaminhado para a Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Cariacica onde serão apurado a autoria e o motivo do assassinato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui