Salários de juízes de todo o país divulgados pelo CNJ chega à média de R$ 47,7 mil por mês, saiba quanto  ganham os juízes de Mantena

0
63

Na Comarca de Mantena, segundo dados divulgados pelo TJMG a média é de R$ 46 mil.

Por Vasconcelllos

Os três juízes que atuam em nossa cidade recebem uma remuneração de R$ 46 mil, incluídas todas as vantagens além de seus salários

Em matéria publicada pelo site globo.com, que teve como base o Relatório Justiça em Números 2017, que considerou as remunerações recebidas pelos magistrados de todo o país até 31.12.2016, a população ficou estarrecida com os altos valores recebidos pelos juízes em nosso país.

 Conforme dados do relatório a média nacional da remuneração dos magistrados (que inclui salário e diversas vantagens que um trabalhador “comum” não possui) chega ao exorbitante valor de R$ 47,7 mil reais.

Por previsão constitucional o salário dos magistrados do país não podem superar o teto previsto para o salário de um ministro do STF, que hoje é de R$ 33,7 mil reais.

Os altos valores atingidos se devem às várias vantagens recebidas pelos juízes além de seus salários, como auxílio-moradia (em torno de R$ 5 mil), diárias, acúmulo de função, etc.

Ainda segundo o relatório do CNJ, os juízes mineiros estão em segundo lugar nacional de maiores salários chegando a uma média de R$ 64,993 mil.

Na Comarca de Mantena não podia ser diferente, em média. Os três juízes que atuam em nossa cidade recebem uma remuneração de R$ 46 mil, incluídas todas as vantagens além de seus salários, fazendo com que fiquem abaixo da média estadual, mas muito próximos da média nacional.

Ainda segunda a matéria divulgada pelo site globo.com, em se tratando de produtividade, a média de sentenças proferidas pelos magistrados é de pouco mais de sete sentenças por dia, sendo que ainda existem quase 80 milhões de processos aguardando a decisão final.

Os “supersalários”, como estão sendo chamados pela população em geral, são motivo de enorme debate, pois em um país cujo salário mínimo é de apenas R$ 937,00, ver o judiciário se utilizando do “jeitinho brasileiro” para aumentar seus ganhos é motivo de revolta e indignação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui