Motorista é preso transportando 92 quilos de drogas em caixão

0
79

A apreensão foi feita durante uma fiscalização de rotina da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), na MG 255, em São Francisco de Sales, no Triângulo Mineiro

SP Silvia Pires* JH João Henrique do Vale

Droga estava escondida dentro de urna
(foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação )
A polícia vai investigar qual era o destino de mais de 90 quilos de maconha e haxixe apreendidos na tarde desta sexta-feira na MG-255, em São Francisco de Sales, no Triângulo Mineiro, dentro de um caixão. A urna estava dentro de um carro adesivado com o nome de uma funerária falsa. O motorista de 25 anos foi preso e disse que saiu de Campo Grande e seguia para Uberaba. Mas, não soube dizer quem seria o dono do entorpecente. 

O veículo foi parado durante uma operação de rotina da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), junto com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) no km 86 da rodovia. Ao ser abordado, segundo o boletim de ocorrência, o condutor apresentou uma certidão de óbito de um homem que teria morrido em 11 de setembro, junto com uma autorização de translado de Campo Grande até Uberaba. 

Porém, o documento apresentado tinha uma suposta assinatura de um delegado de polícia, mas sem constar o nome dele embaixo. Além disso, não tinha o carimbo da autoridade policial e nem o endereço de destino. Essas irregularidades levantaram a suspeita dos militares que quiseram averiguar a urna que estava na parte de trás do veículo. O condutor também se negou a abrir o caixão.

Material era transportado em carro plotado com nome de funerária falsa(foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação )

Os militares fizeram buscas no objeto e encontraram 92 barras de maconha, que juntas pesaram 90 quilos, e mais uma pequena quantidade de haxixe. Assim que o entorpecente foi localizado, o motorista, segundo a PMRv, confessou o crime. Segundo o boletim de ocorrência, o condutor contou que foi contratado por R$ 2,5 mil para fazer o transporte. Mas que só receberia o dinheiro quando fizesse a entrega em Uberlândia. Além disso, recebeu o celular para receber informações do local exato da entrega. 

O motorista alegou que o contratante foi com a Quantum plotada até Dourados, onde lhe ‘pegou’. Depois, foram até Campo Grande onde o caixão foi colocado no veículo. De lá, seguiu para Minas Gerais. Dentro do automóvel, foram encontradas canetas e cartões de visitas da funerária falsa. Segundo a PM, o material seria para enganar a fiscalização. O homem preso foi encaminhado para a delegacia de Frutal, na mesma região. 

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui