Operário abandona arbitral  e Regional pode ficar sem equipe de Mantena

0
13
CLASSIFICADOS MANTENA ONLINE
ANUNCIOU – VENDEU

Imaginem  uma competição Regional sem a equipe Bi-Campeã?.  O Presidente  do Operário , Edmilson Rosa Marreco, bateu forte no arbitral de carta marcada  reclamando  de reunião montada e privilégios  na discussão e na definição do 2º Regional de futebol de campo de Mantena,  segundo ele,  vai procurar o Prefeito Municipal João Rufino para definir sua participação ou não na competição.  

Presidente Dimilsim “não sei porque, talvez seja porque somos do morro , um grupo humilde e pobre, é triste o que vem acontecendo no esporte de Mantena” – Foto: Rogério Augusto 

Continua depois da publicidade   

Decepcionado com a  reunião realizada  nesta segunda feira, (8), o Presidente do Operário, Edmilson Rosa Marreco, o conhecido Dimilsim, não ficou até o final relatando privilégios e que a reunião foi totalmente armada para beneficiar principalmente a equipe do Internacional que estava representada pelo  Gentil, Prefeito Municipal de São João do Manteninha e  Presidente   da equipe de Vargem Grande:

“Se tivesse de ter privilégios  o  secretário Valsair Lima tinha de ouvir e dar privilégios a equipe do Operário  que é Bicampeã de Mantena, não queremos bajulação como aconteceu na reunião, queremos ser tratados pelo menos com igualdade, se já começa assim nos bastidores a consequência  pode ser  uma competição tendenciosa e de cartas marcadas”, relatou.

Dimilsim também achou estranho os as pessoas  escolhidas para representar as equipes, sendo o atleta Jefinho (Água Doce do Norte), o genro do secretário e  manda tudo no esporte,  Danilo Marinho (Divino das Laranjeiras),  narrador Marcelo Santos (Juventus), estavam presentes os representantes de Cuparaque (Juvanês),  São Geraldo do Baixio (Luciano), Luan (Poranga) e  Vargem Grande (Gentil):

“Nosso posicionamento era para que os clubes pudessem contratar  cinco excretes rotativos, porém a secretaria já veio com carta marcada forçando a contratação de apenas “três” atletas, tudo marcado antes, na verdade eles  dão a entender  que querem tirar o Operário para colocar a Cevin, não sei porque, talvez seja porque somos do morro , um grupo humilde e pobre, é triste o que vem acontecendo no esporte de Mantena, depois de decidido eu ainda tentei que os atletas  de equipes que participam  da competição  e que moram em  outras localidades não poderia assinar sem ser para sua cidade, porém, mais uma vez não fomos ouvidos, ou seja, fui embora porque percebi que de nada adiantaria minha presença, estava tudo de carta marcada”, confirmando.   

O Presidente ainda  relatou que ficou sabendo pelas informações de amigos que permaneceram na reunião  de que o Operário  e seu posicionamento foi motivo de chacota por parte de servidor municipal que trabalha na secretaria de esportes:

“Não tem problema, pode caçoar,  fazer chacota,  quero  ver fazer isso perto de mim, na minha cara,  pessoas que agem pelas costas  são falsas, canalhas, não respeitam ninguém e ainda fica querendo respeito das pessoas, é por isso que o esporte de Mantena  vem sofrendo dessa forma, começa na escolha das pessoas que militam no esporte”, finalizando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui