Menino desaparece durante velório e é encontrado morto no Rio Doce em Governador Valadares

0
101

Por G1 Vales


Davi Barbosa, de 5 anos, estava com a mãe em um velório quando correu e desapareceu — Foto: Redes Sociais

Davi Barbosa, de 5 anos, estava com a mãe em um velório quando correu e desapareceu — Foto: Redes Sociais

MANTENA ONLINE – O NÚMERO UM DA CIDADE E REGIÃO

Foi encontrado às margem do rio Doce na noite dessa quarta-feira (7) o corpo de um menino de cinco anos. Segundo relatos da mãe, Davi Barbosa desapareceu no fim da tarde no Bairro Santa Rita. O menino, que era autista e não se comunicava verbalmente, acompanhava a mãe em um velório quando desapareceu.

Continua depois da publicidade

“Eu estava em um velório e ele soltou a mão e foi correndo em direção à casa da tia, ele entrou numa rua e já não visualizei ele mais. Aí procurei, não tinha ninguém naquele quarteirão, procurei no quarteirão seguinte e disseram que não viram, aí procurei uma meia hora, depois acionei a Polícia Militar”, contou Marilandes Barbosa, enquanto as buscas pelo filho ainda eram realizadas.

O desaparecimento do menino mobilizou a dezenas de moradores do bairro, que se organizaram para percorrer as ruas da região em busca da criança. O servidor público Rubens Drummond foi um dos que se prontificou a ajudar a família.

“Cheguei do serviço e assim que fiquei sabendo juntei uns amigos. O Davi é uma criança especial e isso comove mais a gente. Ele é muito querido, é uma família muito querida por todos”.

Tênis do menino foi reconhecido pela mãe, durante as buscas — Foto: Reprodução/Inter TV

Tênis do menino foi reconhecido pela mãe, durante as buscas — Foto: Reprodução/Inter TV

Durante as buscas, um tênis foi localizado às margens do rio, sendo reconhecido pela mãe como o sapato que a criança usava quando desapareceu. As equipes dos bombeiros e voluntários focaram nos trechos próximos ao local onde o objeto foi visto e encontraram o corpo da criança preso em galhos às margens do rio.

“Assim que fomos acionados, viemos imediatamente e, a princípio, sabíamos que a criança estava desaparecida, e a gente trabalha primeiro com a possibilidade de encontrar com vida. Fizemos buscas nas áreas com maior probabilidade de encontrar, e encontramos a criança, mas infelizmente aconteceu o óbito”, informou o tenente do Corpo de Bombeiros, Roger Cordélio.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e o corpo do menino foi encaminhado para o IML de Governador Valadares. Ainda não há informações sobre o velório e enterro da criança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui