Investigação continua: Polícia Civil quer saber  o motivo de criança  não ter sido diagnosticada  a tempo, será que houve negligência?

0
141

Diante   dos acontecimentos a Polícia Civil continua as investigações  e diligências. Muitas perguntas  ainda continuam em aberto  e esperando pelas respostas.  Houve omissão? Se houve quem foram os responsáveis? Houve crime? Se houve crime  responderam na justiça pelo crime?

Investigação continua: Polícia Civil quer saber  o motivo de criança  não ter sido diagnosticada  a tempo, será que houve negligência? Foto: Rogério Augusto/arquivo

Continua depois da publicidade

A investigação visa averiguar, também, o motivo de não ter sido diagnosticada, a tempo, a infecção que acometia a criança, durante o período em que passou por avaliações médicas. Novas testemunhas devem ser chamadas para depor nos próximos dias, visando a completa elucidação dos fatos.

Veja mais

https://www.mantenaonline.com.br/virus-policia-civil-esclarece-causa-da-morte-de-crianca-de-nove-anos-em-mantena-morte-nao-tem-relacao-com-agressao-em-escola/

O laudo pericial confeccionado pelo IML indicou que Ryan faleceu em virtude de choque hipovolêmico, coagulação intravascular disseminada e febre hemorrágica por vírus. O médico-legista também descreveu no laudo que a morte da vítima não tem relação com lesão traumática decorrente da agressão. Não é possível, ainda, determinar qual vírus a criança teria contraído. Essa pesquisa será objeto de novas diligências por parte da equipe que investiga o caso.

Fonte: PCMG