Plantão: Chuva no ES deixa 561 pessoas fora de casa em 10 cidades

0
286

Por G1 ES

Chuva tira centenas de pessoas de casa no Espírito Santo

Chuva tira centenas de pessoas de casa no Espírito Santo

A chuva no Espírito Santo já deixa 561 pessoas fora de casa, segundo a Defesa Civil, até a tarde desta sexta-feira (15). Há registro de desabrigados ou desalojados em Alegre, Vitória, Vila Velha, Cariacica, Santa Leopoldina, Piúma, Viana, Domingos Martins, Marechal Floriano e Bom Jesus do Norte.

Continua depois da publicidade

Ao todo, são 271 desalojados (pessoas que foram para casa de parentes ou amigos) e 290 desabrigados (que estão em abrigos do poder público).

No estado, três municípios decretaram situação de emergência: Viana, Cariacica e Alegre. Os desabamentos e alagamentos causados pela chuva já deixam dois mortos e 12 feridos no estado.

A chuva forte começou no estado no final da tarde da segunda-feira (11). O temporal na região Sul do estado durou menos de 30 minutos, mas foi suficiente para causar estragos em Alegre. Na quarta-feira (13)a chuva se intensificou em outras regiões do estado.

Viana

Viana é o município com mais pessoas fora de casa por conta dos alagamentos. São 81 desalojados e 153 desabrigados, que estão no Centro Municipal de Ensino Infantil (CMEI) Professora Biluca, em Viana Sede.

Chuva deixa casa alagada em Viana, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Chuva deixa casa alagada em Viana, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

O Rio Formate transbordou, derrubou a ponte que liga os bairros Operário e Industrial e praticamente cobriu os carros. Voluntários tentaram resgatar moradores e crianças, mas a força da água era tão forte que invadiu casas, estragou móveis e deixou muito prejuízo.

Barco com crianças virou em Viana, no Espírito Santo, na tarde desta quinta-feira (14) — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Barco com crianças virou em Viana, no Espírito Santo, na tarde desta quinta-feira (14) — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Na tarde desta quinta-feira (14), voluntários usaram um barco para resgatar crianças que estavam em uma casa, mas a correnteza foi tão forte que o barco virou. Outros moradores se arriscaram nadando na correnteza para ajudar as crianças.

Famílias estão em abrigo em Viana, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Famílias estão em abrigo em Viana, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Santa Leopoldina

Em Santa Leopoldina, 92 pessoas estão fora de casa. Na cidade, um deslizamento matou pai e deixou mãe e filho feridos nesta quinta-feira (14).

Casa onde estava pai, mãe e filho que desmoronou em deslizamento em Santa Leopoldina, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Casa onde estava pai, mãe e filho que desmoronou em deslizamento em Santa Leopoldina, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Os desabrigados estão em duas escolas do município: na Escola Estadual Alice Holzmeister (4 pessoas) e na Escola Municipal Milton Cortelet (78 pessoas).

Nesta sexta-feira (15), deslizamentos de terra e árvores caídas puderam ser vistas em toda a parte.

Cariacica

A segunda morte registrada em consequência das chuvas que atingem o Espírito Santo foi confirmada na tarde desta sexta-feira (15). Um homem foi encontrado morto dentro da casa onde morava no bairro Novo Horizonte, que ficou alagado depois que o nível do rio Formate subiu.

A Polícia Civil encontrou o corpo próximo à cama. Para retirar o homem do local foi necessário acionar o Corpo de Bombeiros.

Os vizinhos acreditam que ele estava dormindo no momento que o rio subiu e não conseguiu se salvar. A perícia no local e a necropsia preliminar indicam que a morte se deu por afogamento. O corpo está no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

Cariacica ainda tem 36 desalojados e 50 pessoas desabrigadas.

BR-262 em sistema de ‘Pare e Siga’

Um trecho de 15 quilômetros na BR-262 em Domingos Martins, região Serrana do Espírito Santo, está em sistema de “Pare e Siga” entre os km’s 22 e 37. A previsão era de que a rodovia precisaria ficar interditada durante 3 dias, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Na quinta-feira (15) mais de 50 barreiras deslizaram e bloquearam a pista.

Bloqueio na BR-262 no Espírito Santo — Foto: Ari Melo/ TV Gazeta

Bloqueio na BR-262 no Espírito Santo — Foto: Ari Melo/ TV Gazeta

Marechal Floriano

Na tarde desta sexta, a Defesa Civil de Marechal Floriano e o Corpo de Bombeiros suspenderam o aviso de evacuação das casas de três localidades do município por causa do risco de rompimento de uma barragem. A represa, que fica em uma propriedade privada, estava com nível de água acima do limite de segurança.

Autoridades e a população se uniram e escoam a água da barragem com mangueiras e bombas. A previsão é de que, até 0h desta sexta, um quarto da água da represa seja transposta para um córrego.

Moradores e autoridades se unem para esvaziar barregem, em Marechal Floriano, no ES — Foto: Divulgação/ Defesa Civil

Moradores e autoridades se unem para esvaziar barregem, em Marechal Floriano, no ES — Foto: Divulgação/ Defesa Civil

Desalojados e Desabrigados

Desalojados e desabrigados no ES

Município Desalojados Desabrigados
Viana 81 153
Santa Leopoldina 7 85
Domingos Martins 40 2
Vila Velha 33 0
Vitória 25 0
Cariacica 36 50
Alegre 24 0
Marechal Floriano 15 0
Piúma 8 0
Bom Jesus do Norte 2 0

Previsão do tempo

A previsão continua de chuva para o Espírito Santo. Segundo o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), há previsão de pancadas de chuva com trovoadas na região Sul e Serrana do estado, nesta sexta-feira (15). As chuvas avançam para a Grande Vitória e parte da região Noroeste.

No sábado (16), o tempo continua instável e pode chover durante o dia em todo o Espírito Santo. No domingo (17), o sol volta a aparecer na maior parte do estado, com previsão de chuva fraca em alguns momentos do dia na região norte.

Abastecimento de água suspenso

O abastecimento de água em bairros de Vitória, Serra e Fundão foi interrompido nesta sexta-feira (15) por causa da chuva no Espírito Santo.

Segundo a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), a chuva provocou uma alta turbidez (barro) na água do Rio Santa Maria da Vitória, que abastece parte da região metropolitana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui