Depois de discutir pelo “whatsapp” homem é alvejado com três disparos dentro de loja em Barra de São Francisco, ES

0
569

De acordo com as informações houve  discussão e luta corporal entre os dois homens com Bruno relatando  que decidiu ir a loja armado após ser afrontado por José Carlos de diversas formas e com vários  xingamentos e que  antes houve uma  forte discussão pelo aplicativo “whatsapp”,  segundo ele  entre os dois   havia uma problema   sobre locação de imóvel em Água Doce do Norte. O fato aconteceu  neste sábado, (30) na Avenida Jones dos Santos Neves,  no centro de B.S.Francisco.

Zé Carlos foi atingido por um tiro na região lombar e outro tiro de raspão na região do nariz – Foto: Gazeta do Norte/ES

Continua depois da publicidade

Conforme Boletim de Ocorrência um policial estava de folga  quando ouviu disparos de arma de fogo  e  percebeu  uma movimentação de pessoas  perto de  uma loja de confecções no centro de Barra de São Francisco  que aparentemente estava sendo assaltada  quando percebeu a presença de um outro policial desembarcando  de sua moto  de arma em punho se dirigindo para o interior daquele comércio, momento que também sacou sua arma para prestar apoio ao companheiro de farda.

Ao adentrar no interior da loja o policial visualizou  além do colega com a arma nas mãos  dois indivíduos separados, o primeiro   José Carlos com ferimentos e marcas de sangue e o outro  de nome Bruno com manchas de sangue na camisa e na calça, mas, sem ferimento aparente.

Depois de tomar par da situação ficou constatado  que  as duas partes estavam em luta corporal no chão no interior da loja disputando a pose  do armamento quando  o policia interveio recolhendo a arma e separando as partes.

Julgando risco de fuga o policial  algemou o acusado visto que no calor  do momento julgou que havia risco de fuga e  risco a integridade dos policiais e das demais partes envolvidas.  Foi apreendido na operação um   revólver taurus calibre .38, com três munições intactas e outras três deflagradas.

Logo após   a vitima foi encaminhada ao Hospital pelos familiares quando foram  constatados uma perfuração aparentemente na altura da escapula esquerda que saiu pelas  costas e aparentemente outro ferimento de raspão na altura do nariz. Apesar dos ferimentos a vitima  não apresentava risco de morte.

Já na Delegacia  a  vítima José Carlos   confirmou a discussão  relatando que  foi  por causa de um imóvel na cidade de Água Doce do Norte  e que foi ameaçado  por Bruno  e que  ele mesmo o  chamou  através  do Whatsapp para conversarem na loja.    

A Polícia Militar   apreendeu  todos os objetos  pertencentes  pertencem ao Bruno que  foi conduzido sem lesões corporais à presença do Delegado de Polícia Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui