Prefeito de Mantena justifica adesão ao Minas Consciente “Eu estou à  margem da Lei, decisão judicial a gente se cumpre”, veja vídeo

0
36

Em vídeo  postado pelo Facebook da Prefeitura Municipal pelas  Redes Sociais nesta terça feira, (28),   o  Prefeito João Rufino explicou  aos mantenenses   que tomou a decisão em aderir ao Plano Minas Consciente  atendendo  a decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais “Estou à margem da Lei, decisão judicial a gente se cumpre”. 

Continua depois da publicidade

Veja mais 

Prefeito João Rufino tenta declaração de suspeição de Juiz da Comarca de Mantena

Prefeito João Rufino “Eu estou à margem da Lei, decisão judicial a gente se cumpre” Foto: Fragmentos de vídeo/PMM

“Quero me dirigir aos mantenenses neste momento  para trazer uma notícia que aflige  muito os nossos munícipes, a decisão que teve no TJ mineiro  sobre todos os 853 municípios tem de enquadrar na deliberação 17 ou na 39, no momento acho que a 39 é mais flexível, não é decisão do prefeito João Rufino é decisão do Tribuna de Justiça de Minas Gerais  atendendo a indicação do Ministério Público do Estado de Minas, volta a gestão para o Estado”  PREFEITO JOÃO RUFINO

“Então vocês sabem da minha luta desde o começo  para levar equilibrada a economia e a saúde, vocês sabem da minha garra e da minha  maneira de ser que parar tudo e deixar povo atoa  sem trabalhar eu não gosto, vocês sabem disso, espero que esta semana teremos novidade, mas, se não tivermos espero que vocês compreenda que eu estou à margem da Lei, decisão judicial a gente se cumpre, então para vocês tirarem as duvidas são estas as minhas palavras” PREFEITO JOÃO RUFINO

Embora buscamos o entendimento para o  bordão “à margem  da Lei” citado pelo prefeito que parece  querer  informar que “não podia fazer nada  para mudar a situação  em relação ao momento” às margem da Lei da um duplo sentido de interpretação, pois,  significa nos dicionários  “fora da lei”,  Aquele que está fora do cumprimento da lei, que não respeita as regras…

Outras matérias 

Prefeito João Rufino poderia ter chegado ao um ”meio termo” entre saúde e economia?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui