Plantão: Criança morre afogada em piscina do Minas Clube de Governador Valadares

0
72

Na tarde deste sábado (19) uma criança de quatro anos de idade morreu afogada em uma piscina do Minas Clube, em Governador Valadares. O nome da criança era Laís Mel Borges da Silva e aluna da Escola Municipal Dona Lina Martelli, no bairro Santa Rita.

Continua depois da publicidade
Veja mais 

VAGAS DE EMPREGO: Petro Ferragens atendendo em Minas Gerais, Espírito Santo e também na Bahia, ligue já…

Segundo o boletim de ocorrências, a criança foi encontrada boiando por um sócio do clube em uma das piscinas e prestou socorro. Não tendo êxito, levou a criança até a portaria do clube, onde estava uma viatura da Polícia Militar. No meio do caminho, uma viatura do corpo de bombeiros foi localizada e os militares prestaram o atendimento. Em seguida, a criança foi atendida por uma equipe do Samu que constatou a morte da criança. 

Após o retorno dos militares ao clube para ouvir a pessoa que foi contratada para ser salva-vidas, ela informou que não tinha formação para isso e era apenas um freelancer. Ainda foi informado que o clube contratou uma empresa que era responsável pelo serviço de salva-vidas, e de acordo com o responsável por esta empresa, o profissional escalado para exercer o trabalho no clube não foi trabalhar. Com isso, acabou contratando um freelancer, mesmo sabendo que a pessoa não era habilitada para exercer a função.

Os militares conseguiram contato com a mãe da criança, que ainda não sabia do ocorrido. Ela informou que a criança estava sobre os cuidados do pai, que não foi localizado. A mãe seguiu até o hospital fazer o reconhecimento e a liberação do corpo.

No fim da tarde, o Minas Clube emitiu uma nota à imprensa informando o trabalho que foi feito durante o atendimento a criança.

Segue abaixo o conteúdo integral da nota do Minas Clube:

Em decorrência do acontecimento de hoje (19/09/2020), o Minas Clube de Governador Valadares informa e esclarece que a criança estava desacompanhada dos responsáveis e no momento em que pulou na piscina de adulto estava sem os equipamentos pessoais de segurança (como por exemplo: colete salva-vidas ou boia) que foi socorrida imediatamente pelo Bombeiro Civil que estava de plantão, contratado pela empresa que presta serviços de segurança ao Minas Clube. Tendo sido prestado os primeiros socorros com todas as providências legais até a chegada da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiro Militar, momento em que o Bombeiro Militar encaminhou a criança ao Hospital Municipal que infelizmente veio a óbito.

O Minas Clube sempre prezou e preza pela devida segurança de todos associados e convidados e trabalha com total responsabilidade em sua administração, ao qual lamenta profundamente o ocorrido e que Deus possa confortar os familiares dessa criança.

Governador Valadares
19 de setembro de 2020.

Rubens Roberto Nascimento
Presidente do Minas Clube de Governador Valadares
Flávia Evangelista de Carvalho
OAB/MG 108.722

Outras matérias 

Bandido é enquadrado com uma 9 mm depois de furtar Clinica no centro de Mantena, veja vídeo e fotos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui