Homens de motocicleta assassinaram  Boquinha e motivo pode ter sido vingança, veja a história

0
64

A  morte do ex- detento  Jorge Marques Lazarino, 42,  o conhecido Boquinha,  na noite deste sábado, (10),  na calçada da empresa  Check Turismo,  pode ter ocorrida por vingança. Dois homens em uma moto vermelha   se aproximaram,  o garupa desceu, sacou uma arma e efetuou  os disparos. Boquinha chegou sem vida ao Pronto Atendimento no Hospital São Vicente de Paulo  apresentando  sete perfurações no corpo.

Infelizmente Boquinha foi assassinado na entrada da rua que dá acesso a “antiga rua da coreia” palco de muitos crimes em Mantena – Foto: Mantena Online

Continua depois da publicidade

Veja mais 

Homem conhecido como Boquinha é morto a tiros no centro de  Mantena

Segundo Boletim de Ocorrência   durante patrulhamento, a equipe da Supervisão da Polícia Militar  foi informada por populares que havia um homem caído na calçada da empresa Check Turismo vítima de disparos de arma de fogo ainda respirando e  com vida  sendo  socorrido de   imediato ao Pronto Atendimento do Hospital Municipal, devido a gravidade dos ferimentos, a vítima não resistiu e, de acordo com o médico, já estava sem vida ao dar entrada na sala de emergência.  O médico informou que a vítima apresentava sete perfurações no corpo.

Os militares identificaram a vítima como Jorge Marques Lazarino, conhecido pela alcunha de Boquinha. Segundo testemunhas  dois homens em uma motocicleta se aproximaram, o garupa desceu, sacou uma arma e efetuou 3 disparos contra a vítima, sem dizer nada.

Uma  testemunha informou, ainda, que a motocicleta era alta e de cor vermelha, não sabendo precisar marca e modelo do veículo ou características do autor que seguiu   pela rua João Pinheiro, sentido bairro Operários.

CÂMERAS

Os policiais  tentaram a visualização  dos assassinos e da moto usada no crime pelas câmeras particulares  dos comerciantes  nas imediações  sem sucesso  por não conseguirem  acesso  aos mesmos  devido ao horário do crime.  A   câmera do sistema de videomonitoramento estava voltada para o Banco do Brasil sendo que  as   demais câmeras imagens nos horários próximos ao fato  foram observadas  no intuito de identificar o veículo que se encaixasse nas características, também sem êxito. As investigações continuam durante a  próxima  semana.

A VÍTIMA

Jorge Marques Lazarino ,  vulto  Boquinha,   tinha 42 anos  e    se encontrava em situação de rua, ele  era egresso do sistema prisional desde o último dia 30 de julho de 2020 de onde saiu deixando brigas internas. Há relatos de que a própria vítima, ao sair da cadeia, teria pedido para retornar, uma vez que era ameaçada de morte, e não tinha para onde ir temendo  pela sua vida. 

FAMÍLIA

Um dos membros da família recebeu a notícia da morte de Boquinha com muita tristeza  e  relembrou que desde criança ele vinha  lutando pela vida  passando necessidades diversas  e até fome,  tendo cometido  crimes que  o deixaram com uma marca que nunca conseguiu  se recuperar, que por diversas vezes tentou uma nova caminhada, porém não teve o perdão   e  uma  oportunidade desta recuperação   pela sociedade mantenense, lamentando.  

Outras matérias 

Três condenados pela justiça não cumprem  ordem judicial  e são presos em  Mantena

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui