Mantenense é voluntária  para testar a vacina contra coronavírus em Minas Gerais,  ela fez questão de homenagear  a Terra Boa, veja fotos e vídeo

0
318

Vestida a caráter  com   a camisa alusiva a 2ª Festa do Grupo  Mantena Antiga  a mantenense   Gisella Rossati   foi uma das voluntárias para testar a vacina contra o coronavírus  em Minas Gerais, orgulhosa  pela  realização  ela fez questão  de  entrar em contato como Jornalismo Mantena Online e  enfatizar seu amor pela Terra Boa.

Mantenense é voluntária  para testar a vacina contra coronavírus em Minas Gerais,  ela fez questão de homenagear  a Terra Boa – Foto: Redes Sociais/Divulgação

Continua depois da publicidade

Veja mais 

Mantena com 13 casos ativos de coronavírus, 03 internados  em ala e 06 em UTI, 132 suspeitos em investigação

A mantenense Gisella Rossati  é odontóloga, filha  da antiga  diretora da Escola Antônio Carlos  Dona Watfh Paulo Rossati   e  do  servidor  na receita estadual  Antonio Rossati. Ela foi  uma das voluntárias  para testar a vacina contra o coronavírus   e  fez questão  de  ir  vestida a caráter  para homenagear   Mantena,  a Terra Boa.   

Passo a passo …  

Gissella Rossati também fez questão de enviar passo a passo sua trajetória  como voluntária  da vacina contra o coronavírus que começou a ser testada no estado de  Minas Gerais.

Logo  depois de  chegar ao ambulatório  o  primeiro passo foi responder e acertar   as  questões legais como  o termo de consentimento e etc ; para logo em seguida dar o  segundo   passo  quando recebeu um oxímetro  e passou a ser monitorada  finalizando com a   realização  dos  exames dos sinais vitais  sendo monitorada   por uma  equipe de enfermagem da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais.

 

No terceiro passo  ela passou pela consulta médica, segundo ela respondendo  um enorme  questionário de saúde  “notei que eles se preocupam demais com a questão do tabagismo”, relatou. 

No  Quarto passo Gisella Rossati recebeu  um  treinamento do aplicativo  onde terá  de responder perguntas direcionadas  todas as  segundas e quinta feiras. 

No  Quinto passo foi realizado os exames de sangue e PCR ( teste covid do nariz), sendo realizado um treinamento   e  a entrega de kit com oxímetro, mais termômetro e teste PCR (se  tiver sintoma  a  própria voluntária  colhe  material do nariz) (o material será guardado   na geladeira até buscarem). 

 

No sexto e último passo a  agulhada  foi dada ficando  esperando por um tempo para  sentir as  reações “É uma proteína proteína do vírus, chama proteína C, a menina é boa de agulha…foi perfeito. Indo pra casa, vou ficar quietinha hoje” finalizando. 

 

Outras matérias 

Diretor do documentário  Contestado “A guerra sem tiros” Cloves Mendes  fala com exclusividade ao Jornalismo Mantena Online, veja vídeo 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui