ASSOLESTE comemora a aprovação da inclusão dos seus Municípios na Sudene, veja toda história

0
84

Foi aprovado  nesta quinta feira, (27), o Projeto de Lei que inclui mais de 70 municípios do Vale do Rio Doce e quatro municípios do Espírito Santo como parte da Superintendência  do Desenvolvimento  do Nordeste, a Sudene. O Projeto foi aprovado por 57 senadores e aguarda a sansão do Presidente da República. Municípios  da ASSOLESTE, além de outras cidades do Leste do Estado e do ES serão beneficiados.

ASSOLESTE comemora a aprovação da inclusão dos seus Municípios na Sudene

Continua depois da publicidade

Veja mais 

Parabéns para cabeleireira e visagista Ruth Mendes, Feliz Aniversário!

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei Complementar (PLP) 76/07, que inclui na área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) mais 84 municípios, dos quais 81 em Minas Gerais e três no Espírito Santo. 

A  VERDADEIRA  HISTÓRIA 

A aprovação é um marco para o desenvolvimento socioeconômico da região. Com 20 anos de existência a Associação dos Municípios da Microrregião Leste, a Assoleste dedicou grande parte da atuação junto aos municípios associados na defesa do projeto. O movimento aconteceu através de viagens da Associação, sob várias presidências e de forma mais acentuada em 2017 quando em Brasília com Dego Reis à frente da entidade, acompanhou a votação do projeto na Câmara dos Deputados com boa parte de sua liderança junto.

Antes mesmo em 2015, sob a presidência do prefeito de Central de Minas, Genil Mata da Cruz (in memoriam), uma análise foi feita na entidade para debater quais e se todos os municípios estavam incluídos no projeto de lei. Naquela oportunidade foi feita a inclusão de todos os municípios da Entidade no projeto e essa alteração foi acatada pelo deputado federal Leonardo Monteiro que apresentava o projeto.

A Assoleste em 2017 acompanhou toda a discussão em volta da proposta até a aprovação pela Câmara dos Deputados no dia 31 de outubro daquele ano. Nesse mesmo período, uma comitiva de prefeitos da Assoleste foi até à Câmara Municipal de Governador Valadares para acompanhar uma audiência pública à respeito do tema. Em 2018, no encontro da Associação dos Municípios Mineiros, AMM, a Assoleste lançou uma campanha publicitária e deu continuidade às discussões sobre o tema durante os encontros de prefeitos promovidos pela Assoleste.

Em 2019 uma Comitiva de Prefeitos visitou o gabinete do senador Carlos Viana em Brasília, em uma reunião para discutir da tramitação do projeto da Sudene.

Vale ressaltar dentro de todo o acervo dessa vitória a participação da bancada mineira de todos os deputados federais em apoio ao projeto, como os deputados Hercílio Diniz, Euclydes Pettersen, Leonardo Monteiro, Brunny que era deputada na época, Mauro Lopes, Leonardo Quintão e Eros Biondine.

Segundo o deputado federal Leonardo Monteiro co-autor do projeto de lei …

“A aprovação desse projeto foi fruto de muita luta e articulação política com os diversos atores envolvidos nesse processo. É uma vitória para nós que trabalhamos para trazer desenvolvimento e recursos para esses municípios”, declarou.

O projeto foi apresentado em 2007 pelo ex-deputado José Fernando Aparecido, mas foi arquivado em 2011. Em 2015, Leonardo Monteiro apresentou o PLC 119, desarquivando o anterior e incorporando esses 78 municípios do Vale do Rio Doce.

A inclusão na Sudene garante aos municípios de Central de Minas, Cuparaque, Divino das Laranjeiras, Itabirinha, Jampruca, Mantena, Mendes Pimentel, Nova Belém, Nova Módica, Pescador, São Félix de Minas, São Geraldo do Baixio, São João do Manteninha, São José do Divino e Tumiritinga acesso a recursos do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

O prefeito de Divino das Laranjeiras e atual presidente da Assoleste, Kinka Alves, explica que através desse grande passo é possível esperar por dias prósperos e de sólido desenvolvimento para as cidades.

“É um momento importante, sou agraciado por Deus por estar à frente da Assoleste nesse que é um dos dias mais importantes para a nossa instituição. Esperamos muito e, mesmo antes de estar na presidência estive com meus amigos prefeitos em viagens até em Brasília na busca pela inclusão” comemora.

Para a secretária executiva da Assoleste, Elidamárcia Lana, esse é um momento importante para ser comemorado junto aos 20 anos da Associação.

“Sempre lutamos pela pauta municipalista dos municípios do Leste de Minas. A Sudene sempre esteve em em momentos importantes de debates internos e externos durante todo esse tempo nas agendas políticas e administrativas da Assoleste” lembra.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Assoleste/Redes Sociais

Outras matérias 

Professor Del protocola pedido requerendo a  liberação  da via pública de acesso  e a preservação do  cemitério de Vila Nova