Campeonato Regional LWN tem a grande final no sábado, (28), Destaque Especial para o organizador, desportista e faz tudo  Marcelo Mendes, Crônica Especial 

0
132

O Campeonato Regional  LWN tem sua final neste sábado, (28), no  campo do Bananal  que promete casa cheia e muita emoção,  o  América  de Mantenópolis  enfrenta  o União de Ariranha,  um jogo que promete casa cheia,   a rivalidade do  futebol capixaba e mineira sendo colocada a prova  exatamente  no Marco do Contestado que faz a Divisa dos dois Estados, só esse motivo já escreve a história que vai ser contada pelas equipes e torcidas…

Continua depois da publicidade

Veja mais 

Números da Covid-19 caem, trabalho de vacinação eficiente e participação popular vem mudando o quadro em Mantena

O Jornalismo Mantena Online esteve presente e fez questão de parabenizar Marcelo Mendes, o futebol acontece e a torcida a beira do gramado ,,, cuidado com a bola,,, coisa antiga que faz tão bem …

Em jogo a rivalidade Minas / Espírito Santo 

Um grande número de pessoas devem comparecer neste sábado, (28),   no Campo do Bananal,  o jogo promete muito e  as duas torcidas  de América de Mantenópolis  e  União de Ariranha  prometem movimentar  e  invadir o Distrito  do Bananal, as informações são de que  os vendedores ambulantes já estão  se preparando e  redobrando o estoque.

Existe ainda a  possibilidade da Polícia Militar de Mantena “A INCANSÁVEL DO LESTE”  fecharem  a  Rua Principal na Entrada do Bananal  proibindo o estacionamento  deixando exclusivo para os torcedores  e ambulantes, a presença da Policia Militar de Barra de São Francisco também sinta-se convida para comparecer ao evento.

A  Secretaria Municipal de Esportes deve providenciar maiores detalhes prestigiando o evento construído pelo desportista Marcelo Mendes e outros desportistas  com o apoio da  Empresa LWN  do empresário mantenense  Amarildo radicado nos Estados Unidos   e seu filho  do Walace, Vice-Presidente da Câmara Municipal , através do  radialista Reginaldo Ceará.

Agora me diga quem nunca assistiu um jogo assim que atire a primeira pedra …

União de Ariranha representa Mantena, representa Minas 

O futebol mantenense  sendo representado na  GRANDE FINAL pelo União de Ariranha, “um varzeano” cheio de “boleiros”,  é  o futebol   ressurgindo  pós  pandemia ou seja  dando o ar da graça,   um  futebol  varzeano  jogado profissionalmente como   convidou   o craque Bruno Lima, o conhecido Ciriguela,  que  garantiu presença.

Imperdível né, e o melhor  que é de graça, divertimento garantido para que gosta e ama o futebol e seus bastidores emocionantes, O JOGO PROMETE, 

Continua depois da publicidade

SUA VIDA É DESTAQUE

DESTAQUE ESPECIAL: DESPORTISTA Marcelo Mendes

Crônica Especial 

Por Rogérinho “O Craque da Palavra Fácil”

Eh futebol você é maravilhoso, não sei se alguém já falou isso, mas, vou repetir. Marcelo Mendes é pintor de profissão, porém sua dedicação e amor maior é pelo esporte, principalmente o futebol  onde é o comandante do Barcelona, seu amor pelo esporte é tão grande  que ele sai do seu papel de treinador e presidente para  organizar torneios e campeonatos promovendo o futebol de uma maneira muito especial o que me fez voltar ao tempo  e com saudades relembrar de outros nomes que também   fizeram o futebol acontecer com a força da alma, amor pelo futebol, levaram o futebol especificamente  com a força do amor.

Marcelo Mendes  comanda a  equipe do Barcelona, onde faz de tudo, massagista, técnico, Presidente e marcador de jogo, roupeiro, e ainda quem muitas vezes lava os uniformes, compra bola, joga de camisa, enfim faz  o que for preciso para ver a bola rolar, improvisa, faz campeonato,  sua vida corre paralela ao futebol mantenense,  não tem como …  e fez relembrar velhas histórias e grandes nomes, é o Nosso DESTAQUE ESPECIAL 

Este amor pelo futebol   tem muitos nomes na história do futebol mantenense e com saudosa lembrança,  vou citar alguns e gostaria que outros tantos  também se sentissem homenageados, e também  suas famílias, pois muitos deles já não estão em nosso meio… partiram deixando imensas saudades… 

Meu querido   Zimmer de Souza, homem duro, servidor do Fórum da Comarca,  um apaixonado pelo futebol, foi meu técnico e se limitava  a me passar a camisa, aquilo era tudo pra mim , eu tão jovem vestindo a camisa 10 do Vila Nova, pra mim era o máximo, outros jogadores  ele sempre questionava e passava suas instruções, comigo era diferente, isso me marcou, com essa atitude ele me dava confiança, é como se me falasse, menino os outros vão correr atrás , e você resolve, muitas vezes o silêncio deixa marcas muito especiais, cada linha escrita aqui com sinceridade brotava lágrimas de saudades e de alegria,.. simplesmente pessoas especiais… Ser humano , você sabe o que é ser humano ,,,  eu aprendi com alguns, continuo aprendendo ,.. 

Não poderia nunca deixar de falar no surgimento, um pouco da vida e do final do Everest , um time que sacudiu toda região  trazendo os melhores jogadores e fazendo uma família que nunca vai morrer para quem viveu com intensidade este tempo de futebol apaixonado sabe o que estou falando… 

Dois amigos e irmãos  também marcaram muito na criação do Shalon, um time de catecismo,  onde os dois eram nossos  professores, é claro eles tiveram a sorte dada por Deus e pegaram  uma turma maravilhosa que jogava muita bola,   com muitas histórias que ainda precisamos revelar, rs.,

ENTÃO DEIXEI UM AR DE RISO E MANDEI A CRÔNICA PARA UM DELES QUE ME COBROU , DISSE QUE ESTAVA CURIOSO PARA SABER QUEm  ERAM ESTES AMIGOS: NELCY ROMÃO E MESTRE COCO , ISAIAS DE OLIVEIRA…  QUANTA HISTÓRIA … 

Massagista Nicolau, Sr. Nenzinho pai do Silvio servidora da Prefeitura Municipal, pra nós o sempre Chiqueirinho, Pedrinho Moreira pelo qual sempre bato continência, sempre pulava o alambrado para ficar na foto conosco no futsal, Renilton Balaio, Iraci, Muchiba Cabo Airam, Gibira nosso professor de Educação Física do Everest, Alicio Sapateiro, Sr. Chico Dias e Cici,  juntos porque estavam sempre juntos pelo Vila Nova, querida Dalva,  Zé Maurinho, Sodré, Noriel Cohen, Olvi pai do Juninho  do Portal, Professores Geraldo Mendes, Orlando Cabral, Juvenil Professor, Juarez da Prefeitura, pai do amigo e irmão  Madson, seu pai  era professor de arbitragem em todos os campos, Moacir Siqueira, o Moá como diz a querida Duda, Tabelinha amigo de meu pai e meu amigo, Amendin  recentemente,  Zé Maria Sena só me colocava de ponta direita, me falava que lá eu rendia mais, jogava bronqueado, ele me obrigava a usar o drible e ficar exposto, eu preferia no meio armando chegando para concluir,  o que depois eu  consegui,  Patacão saudoso demais da conta, quantas histórias bonitas vividas na boleia do caminhão para jogar em cada lugar que você nem imagina, puxa ele era fantástico como ser humano, Mestre Tijuca,  puxa vida, são tantos outros como eu disse não tem como seguir…

Na realidade o futebol mantenense passa por uma reformulação  destacamos o trabalho do Professor Del com a CEVIN e surgindo como para me alegrar o trabalho   que  vem sendo realizado pelo  Marcelo Mendes, e olha que eu posso falar de cadeira, cresci com o carinho e o incentivo do querido Mariano que abria o campo para que eu e meu irmão  Ronaldo treinasse , isso eu com sete pra oito anos quando cheguei de Divino das Laranjeiras amando o futebol, sempre treinando, é o que aconselho aos atletas que  querem seguir na profissão de jogador de futebol, o treino capacita, é mortal, uma única bola é a bola do jogo. 

Ah,  o futebol maravilhoso que me lembra o velho Pingo fonte de todo ensinamentos, mas, eu acho que eu o  surpreendi e toda família pelo tamanho da bola, treinei muito,  compartilhei momentos tão especiais  certamente merecia um livro, o amor pelo futebol do Padrinho Dr, Fonso, futebol puro e genuíno que criam figuras especiais que da minha mente são difíceis de se apagar, uma vez eu e o  goleiro do Vila Nova Tio Luisinho, na época do prefeito Vicente Marinho, fizemos um encontro de veteranos mantenenses e região com uma grande presença de nomes que marcaram nossa história do futebol, com ajuda do Junim da Mol fizemos camisas alusivas ao evento para os dois quadros com sobra para os torcedores e dirigentes, na época fiz igual ao Marcelo Mendes, só organizei, estava em tempos de introspecção, algumas vezes me afastei do gramado para buscar ainda  mais de Deus.

Lembro que   levamos um som para o meio de campo do Estádio Municipal  e  eu mesmo chamei os nomes, um a um,  entregando uma medalha de agradecimento especial, depois do jogo era “Festa da Cidade”  Tio Osvaldo  e Tia Vilma de saudosa lembrança,  tinham um bar onde foi a Guarda Mirim, para quem é mais um pouco antigo, rs,  onde hoje é o Posto do Gentil, ai  ficou tudo por conta do Tio Luisinho, ele  tomou conta…

Quem participou deve se lembrar …  Como eu disse não tem como contar tudo…,

Quero deixar um imenso  abraço ao  Marcelo Mendes e dizer  que o futebol é bonito e maravilhoso, só nos faz bem e  ainda continua vivo respirando  muitas vezes  por causa de pessoas como você que realmente  amam  o futebol,  Destaque Especial.