Polícia prende quinto suspeito de envolvimento na morte de vereador de São José do Divino

Por G1 Vales de Minas Gerais

Mantena Online – O site das letrinhas azuis – anunciou -vendeu – (33) 999689473

Um homem de 24 anos foi preso na zona rural de São José do Divino nessa sexta-feira (15) suspeito de ter envolvimento com a morte do vereador Ronildo Rodrigues (PHS), o Maia, como era conhecido. Em depoimento à Polícia Civil, o suspeito, acusado de esconder a arma utilizada no atentado, contou que receberia R$ 1 mil do jovem de 18 anos apontado pela investigação como executor dos disparos; eles moravam na mesma casa.

Continua depois da publicidade

De acordo com a PC, o homem preso tinha conhecimento do planejamento do homicídio e esteve no local onde o vereador Maia estava no dia do atentado. Logo após o crime, o suspeito foi visto correndo pela mesma estrada por onde passou o jovem executor do crime.

Veja mais

Dois homens são presos suspeitos de envolvimento na morte de vereador Mainha de São José do Divino

Após a prisão, o homem foi encaminhado para delegacia de Itambacuri onde prestou depoimento e em seguida levado para o presídio da cidade.

Cinco presos

Com a prisão do homem de 24 anos, a Polícia Civil chega a cinco pessoas detidas por suspeita de envolvimento com o assassinato. São eles: o jovem de 18 anos apontado como executor dos disparos, Marcus Vinícius Lima (PPS), o Carioca, suspeito de ser o mandante do crime, além de outros dois homens presos na quinta-feira (14) suspeitos de contratarem o executor do assassinato.

A dupla detida na quinta-feira relatou, durante depoimento à PC, que a morte de Ronildo Rodrigues foi contratada pelo valor de R$18 mil. Eles ainda disseram que havia outras pessoas ligadas à política da cidade que seriam alvos de crimes da mesma natureza.